Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Innovation MediaMaster Class – Proteção solar, de formulação à performance

Master Class – Proteção solar, de formulação à performance

#_LOCATIONMAP

Data / Hora
Date(s) - 11/11/2020
22:00 - 01:00

Categorias


Neste Master Class iremos trabalhar com base nos principais questionamentos dos formuladores, técnicos e profissionais que atuam na área de proteção solar. O Foco maior será em responder as perguntas abaixo e os principais questionamentos dos participantes ao vivo por meio de mediação.

  1. Conceitos em proteção solar e panorama de mercado
    Existe diferença entre “filtro” e “protetor”?
        • Diferentes terminologias do mercado para o mesmo fim (Protetor solar e Filtro Solar)
        • Porém, Filtro UV:  ativo para proteção solar. E Protetor solar: produto acabado, contendo filtro UV (Orgânico e Inorgânico)

Quais as diferenças no efeito das diferentes radiações na nossa pele e na nossa saúde?

        • UVA: 320-400nm – UVAI 320-340 e UVAII ou UVA longo 340-400nm
        • Penetra profundamente na pele e aumenta o risco como câncer de pele e fotoenvelhecimento
        • UVB: 290-320nm atinge a pele mais superficialmente e provoca queimaduras e vermelhidão

Comprimento de onda está relacionado diretamente com a capacidade de penetração da radiação na pele (UVA˃UVB˃UVC) e inversamente proporcional a capacidade energética (UVA˂UVB˂UVC).

        • IR e luz azul (HEV) 400–500 nm: fotoenvelhecimento

Quais fatores ambientais que são mais importantes considerar para o cuidado da nossa saúde?

        • Poluição
        • Irradiação UVA e UVB
        • IR
        • Luz Azul

Dentro de proteção solar por que o mercado ainda é relativamente pequeno?

        • Limitação de lançamento de novos Filtros UV: legislação, testes segurança/eficácia, custo
        • Baixa atratividade: custo inacessível, educação/hábito – não sendo considerado como uso de cuidado pessoal essencial, sensorial da fórmula inadequado ao uso diário (tipo e tom de pele)

Por que as pessoas ainda usam pouco o protetor solar?

        • Preço, sensorial, hábito, sustentabilidade/Impacto ao meio ambiente-ecotoxicidade, segurança

2.  Mecanismos de ação de filtros físicos e químicos

Quais as diferenças entre filtros físico e químicos

        • Físico: filtro inorgânico/mineral, (TiO2 e ZnO). Mecanismo de ação: Scattering, reflexão e absorção
        • Químico: são geralmente compostos aromáticos ligados a um grupo carbonil. Mecanismo: absorção

Os filtros físicos somente refletem a radiação?

        • Dispersa – scaterring, reflete e absorve

Como consigo sinergia entre filtros?

        • Entre tipos de filtros (físico, químico) e recobrimento de filtros físicos – melhora da performance
        • Por que existe sinergia entre filtros?

Filtros orgânicos líquidos – Solubilização de filtros orgânicos pós

        • Associação entre filtros para melhorar a fotoestabilidade (avobenzona e octocrileno)
        • Mecanismos diferentes e complementares de físicos e orgânicos

3.  Como adequar as estruturas nos diferentes tipos de formulação

        • Qual o melhor tipo de filtro para usar em formulação
        • Seguro: saúde e meio ambiente

Quais são os tipos de formulação que existem em proteção solar?

        • Anidra líquida e stick
        • Emulsão A/O
        • Emulsão O/A
        • Pó compacto

 Proteção solar para cabelo faz sentido?
Quais os principais problemas de formulação?

        • Sensorial adequado para cada tipo e tom de pele
        • Estabilização da fórmula
        • Alta carga de fase oleosa – filtros orgânicos, para altos FPS
        • Aglomeração de filtros físicos
        • Migração do ZnO para fase aquosa
        • Incompatibilidade filtros e emulsionantes
        • Fotoinstabilidade (TiO2 não tratado, avobenzona)
        • Recristalização de filtros orgânicos em pó
        • Fórmula com baixa espalhabilidade – impacto na formação de filme homogêneo sobre a pele (FPS)

Como melhoro a resistência à água?

        • Formação de filme (lipo/hidro)
        • Tratamento hidrofóbico para filtros inorgânicos
        • Evitar emulsionante etoxilado (facilmente enxaguável)
        • Uso de emulsionante aniônico (fosfatado – cristal líquido)

Como entender e obter a performance esperada?
O protocolo de FPS considera somente UVB? E UVA?
Como determino o FPS in vitro de produtos com base em pó?
Existe relação entre in vitro e in vivo?

        • Sim.  Porém, há interferentes: composição da fórmula. Antioxidante e/ou agente calmante -in vivo há resultados maiores (fatores biológicos que podem minimizar formação de eritema); preparação da amostra reprodutibilidade

Como a resistência à água correlaciona com a vida real?

        • Suor, mar – banheira, condições da água (dureza da água, pH, condutividade, temperatura)

Existe protocolo para resistência à areia e toalha?

        • Sim, porém não tem norma

Ativos calmantes podem influenciar no FPS?

        • Sim, na teoria, já que o FPS é medido pelo eritema formado. Máscara o efeito de vermelhidão.

FPS 30 = FPS 50?

        • Não.

Principais tendências em tecnologias

  • Qual o futuro de protetores solares?
  • Filtros mais seguros e eco-friendly

A inscrição inclui:

– Participação online no dia 11 de novembro de 2020 (horário das 19 às 22 horas);
– Acesso ilimitado por 30 dias após a exibição.
– Certificado de participação (digital).
– Grupo de discussão e envio de pergunta via WhatsApp

Comments are closed.

Parceiros 2020

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros