Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Ciência e Tecnologia InternacionalSensor desenvolvido pelo MIT detecta grau de umidade de fraldas

Sensor desenvolvido pelo MIT detecta grau de umidade de fraldas

  • Written by:

O sensor é capaz de determinar o momento certo da fralda ser trocada. Seria essa uma oportunidade para se mudar o jogo no negócio de descartáveis?

Detectando um certo grau de umidade, as “etiquetas inteligentes”, que compreendem um hidrogel e identificação por radiofrequência (RFID) foram desenvolvidas por pesquisadores do MIT e incorporadas a fraldas, para alertar os cuidadores sobre a sua umidade.

Este estudo, publicado no IEEE Sensors Journal, explica que o hidrogel absorvente altera levemente sua condutividade elétrica quando molhado, expandindo e permitindo que uma etiqueta RFID passiva colocada sob ela transmita um sinal sem fio para um leitor em um raio de 1 metro. O leitor notifica um smartphone para alertar o cuidador de que a fralda está úmida.

De acordo com um relatório do MIT, acredita-se que essa seja a primeira demonstração do hidrogel como elemento de antena funcional para detecção de umidade em fraldas usando RFID. Estima-se que o sensor custe menos de dois centavos de dólar para fabricar, tornando-o uma alternativa descartável e de baixo custo para outras tecnologias de fraldas inteligentes.

De acordo com o MIT, uma etiqueta RFID típica tem dois elementos: uma antena para espalhar sinais de radiofrequência e um chip RFID que armazena as informações da etiqueta, como o produto ao qual a etiqueta está afixada. As etiquetas RFID não requerem baterias, elas recebem energia na forma de ondas de rádio emitidas por um leitor RFID.

Quando uma etiqueta RFID capta essa energia, sua antena ativa o chip RFID, que altera as ondas de rádio e envia um sinal de volta ao leitor, com informações codificadas dentro das ondas. É assim que os produtos rotulados com etiquetas RFID podem ser identificados e rastreados. Este grupo de pesquisa tem permitido que as etiquetas RFID funcionem não apenas como rastreadores sem fio, mas também como sensores.

Seria essa uma nova era para os descartáveis? 

 

 

 

 

 

 

Fonte: gcimagazine.com 27.02.2020 

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros