Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Destaque Matérias EspeciaisBrasil é quinto no ranking global de consumo de produtos antiacne

Brasil é quinto no ranking global de consumo de produtos antiacne

  • Written by:

Preocupação número 1 entre as mulheres gera oportunidades

Por Estela Mendonça

O mercado brasileiro de produtos para tratamento da acne atingiu R$ 537,9 milhões em 2019, registrando crescimento de 5,7% em relação a 2014, quando as vendas foram de R$509,1 milhões, segundo a Euromonitor. No ranking global, liderado pelos Estados Unidos, o Brasil aparece na quinta posição. Juntas, L’Oréal, Johnson & Johnson e Pierre Fabre respondem por quase 60% do segmento no país.

Uma pesquisa da empresa norte-americana The Benchmarking Company, realizada com mais de 4 mil consumidoras dos Estados Unidos, mostrou que de mais de 20 preocupações comuns com a pele, a acne foi classificada como a preocupação número 1 entre as mulheres de 18 a 59 anos, com 96% relatando que já tiveram acne em algum momento da vida.

O impacto na autoestima também foi demonstrado, com 90% das entrevistadas afirmando que é muito importante ter a acne curada e sob controle e 85% que a acne afeta sua autoestima. Além disso, 56% se recusam a participar de atividades sociais durante um surto.

Máscara e acne

Dermatologista Luciana Garbelini

A pandemia, além de levar as pessoas a dedicarem mais tempo com o cuidado com a pele durante o isolamento, trouxe mais um problema de pele causado pelo uso das máscaras de proteção, fazendo surgir uma nova expressão no universo da dermatologia: “maskne” ou “mascne”. “A acne mecânica é um forma de acne desencadeada pela obstrução, atrito ou abafamento da pele por um agente físico. Nesse caso, o uso contínuo da máscara facial de proteção provoca o acúmulo de oleosidade e umidade nos poros. Como consequência, desenvolve inflamação e formação de espinhas”, explica a dermatologista Luciana Garbelini.

De acordo com o Google Trends, as pesquisas “maskne” e “mascne” começaram a surgir em 29 de março. Segundo a Cosmetify , as pesquisas de março a abril aumentaram 50% e de abril a maio houve um aumento de 492%. Muitas empresas foram ágeis e aproveitaram o momento. A marca coreana Dr. Jart, comprada pela Estée Lauder em 2019, agora tem área especial em seu site chamada “Maskne Essentials”, com indicação de produtos específicos para lidar com o problema, como itens para fortalecer a barreira de proteção da pele e adesivos contra a acne.

Dr. Jart criou a área Maskne Essentials em seu site

Por aqui, a startup curitibana Insider, que lançou durante a pandemia máscaras antivirais, comprovou que elas também são antiacne.  Isso se deve à aplicação de nanopartículas de prata no tecido, que impedem o acúmulo de sujeira e combatem a bactéria Cutibacterium acnes. Testes da Controlbio Assessoria Técnica Microbiológica comprovaram a redução de mais de 99,9% dessas bactérias em contato com o tecido com aditivo antimicrobiano usado para produzir as máscaras da Insider.

O produto também recebeu o certificado “dermatologicamente testado”, após estudo realizado pela Allergisa. “O laudo comprova que as nossas máscaras não aumentam a umidade e oleosidade na região de cobertura”, afirma Carolina Matsuse, sócia-fundadora da startup. “Eu mesma uso diariamente as máscaras, por mais de cinco, seis horas, e não tive qualquer alteração na pele”. Até o final de novembro, a empresa já havia vendido 600 mil máscaras.

Máscaras antivirais da Insider prometem prevenir a acne

Muitas marcas também se apressaram para colocar no mercado lançamentos voltados para o tratamento da acne. Afirmando que mais de 70% dos brasileiros têm pele oleosa e grande parte desse grupo apresenta acne, que é, hoje, o principal motivo de preocupação da mulher brasileira, a Avène trouxe para o Brasil seu último lançamento para o tratamento da acne: Cleanance Comedomed, um sérum corretor antiacne com mecanismo que atua em todas as fases do ciclo da acne, mesmo as que não estão visíveis. Seu ativo vegetal patenteado Comedoclastin age desde o microcomedão e interrompe o ciclo da acne com ação imediata e de longa duração. O produto, que também contém água termal, promete resultados em apenas uma semana: redução da acne em 90%, inibição de sua formação e eliminação das marcas.

Este mês a Sallve lançou o Sérum Antiacne, que contém  contém o ácido salicílico, em sua concentração máxima de 2%, que é um BHA (beta-hidroxiácido) que desentope os poros, a melaleuca com o 4-terpineol, que oferece todos os benefícios bactericidas e anti-inflamatórios sem irritar a pele, a niacinamida e o extrato de buchu que controlam a oleosidade e ajudam a minimizar poros dilatados.

Formulado com ingredientes que combatem a acne, como casca de salgueiro, enxofre e tea tree oil, o Inn Beauty Pimple Paste promete eliminar uma espinha durante a noite. A fórmula sem álcool, embora seja azul (naturalmente!), não manchará sua fronha.

A Philosophy Clear Days Ahead é uma loção secante para o tratamento da acne formulada com 10% de enxofre e vitamina B5. Ela diz secar espinhas sem irritar a pele ao redor.

A Kao Corporation, uma das principais fabricantes de produtos de higiene e cosméticos no Japão, lançou recentemente Bioré Pore Cleansing Strips, adesivos que prometem remover instantaneamente os cravos e promovem a sensação de poros limpos e pele macia e fresca.

O gel de limpeza facial Depore Clean, desenvolvido pela Ada Tina Italy, promete eficácia comprovada após 14 dias de uso, ao higienizar profundamente a pele para eliminar sujidades e o excesso de oleosidade,  reduzindo os poros dilatados, diminuindo o brilho e prevenindo a acne e a formação de cravos. Segundo a marca, a ação do produto se deve à associação de Glicaox (ácido glicólico com zinco orgânico), que possui ação seborreguladora e antioxidante, e Ácido Salicílico, ingrediente de ação anti-inflamatória e antimicrobiana que reduz a formação de cravos e equilibra a oleosidade da pele.

Pele equilibrada

Entre as inovações em ingredientes antiacne, a  lançou recentemente o  CutiBiome CLR™,  um complexo sinérgico ativo de extratos lipofílicos de manuka, pimenta preta e magnólia. “Ele fornece um suporte essencial para o equilíbrio natural entre a pele e sua microbiota em situações difíceis, como acne”, explica Natália Carvalho Scagliusi, especialista de produto de personal care da IMCD, distribuidora exclusiva da CLR no Brasil.

Natália Scagliusi, especialista de produto de personal care da IMCD

Para equilibrar a microbiota da pele, segundo Natália, o CutiBiome CLR™ reduz a expressão da enzima 5α-redutase, diminuindo a inflamação e a oleosidade, o que leva à inibição da formação e crescimento de biofilme dos  filótipos de C. acnes, responsáveis pela formação da acne. “Cutibiome CLR™ reduz visivelmente oleosidade, pápulas, pústulas e comedões e tem ação calmante e anti-inflamatória, deixando a pele mais equilibrada e saudável”, garante.

Natália também destaca que o ingrediente é de fácil manuseio, estável em ampla faixa de pH, livre de conservantes, além de contar com certificação Cosmos e ser indicado para uma ampla gama de produtos para peles oleosas e acneicas. “Estudos in vivo de 8 semanas utilizando um produto com 3% de Cutibiome CLR™, duas vezes ao dia, mostraram uma grande redução da oleosidade, por meido da determinação de sebo, via Sebumeter, em três medições em pontos distintos da pele dos voluntários”, ressalta, citando também testes in vitro, que demonstraram a redução da expressão da 5α-redutase para o equilíbrio da microbiota da pele.

Cutibiome CLR™ equilibra a microbiota da pele ao reduzir expressão da 5α-redutase

Rotina focada na pele brasileira

Fernanda Chauvin, CEO da Ellementti Dermocosméticos

Embora seja uma preocupação que aflige pessoas de todas as partes do globo, a acne tem no Brasil o agravante de o clima favorecer a oleosidade da pele, o que muitas vezes torna contraindicados produtos baseados em tendências, como a K-beauty (Coreia)  e J-beauty (Japão). Em entrevista à Revista Vogue, Fernanda Chauvin, farmacêutica bioquímica e CEO da Ellementti Dermocosméticos, defendeu a ideia de B-beauty, a rotina brasileira de beleza.  “Não tem porque seguir as mesmas práticas num país tropical em que temos uma tendência à oleosidade. A sobrecarga de produtos na tez pode acabar danificando sua proteção natural”.

Comments are closed.

Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros