Visit us on TwitterVisit us on FacebookVisit us on LinkedIn

Sorriso lança novas embalagens e sabores tropicais

  • Written by:

Sorriso inicia um novo processo de inovação alinhado ao seu reposicionamento e apresenta Sorriso Tropical. Com dois novos sabores, a linha traz ainda mais brasilidade e inovação ao portfólio.

Os lançamentos fazem parte do reposicionamento de Sorriso. “Sorriso Tropical é um lançamento único pensado por brasileiros para o mercado nacional, os dois novos sabores trazem refrescância e foram desenvolvidos após diversos estudos, entendendo de perto as preferências do consumidor. O resultado inédito é a combinação de ser uma marca brasileira e a busca constante por inovação”, declara Welner Alves, Gerente de Cremes Dentais da Colgate-Palmolive.

Os novos sabores Citrus (limão com hortelã) e MIX (melancia com limão) são resultados de uma profunda pesquisa de preferências do público nacional e investimento em inovação. “Com os novos sabores buscamos reforçar o posicionamento da marca, que tem como principal objetivo mostrar a nossa brasilidade e resgatar essa herança da marca. Afinal, Sorriso é a única marca de cremes dentais 100% brasileira e que pode se apropriar desse território”, completa Welner.

 

 

 

 

Fonte: Newtrade 02.08.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Procter & Gamble sobe 2,03% em NY após reportar lucro de US$ 2,91 bi no 2º tri

  • Written by:

Todos os segmentos da empresa têm alta nas vendas, com cuidados de saúde liderando com 18%, seguido de beleza, com 11%.

As ações da Procter & Gamble fecharam em alta de 2,03%, negociadas a US$ 142,31, na bolsa de Nova York, após a companhia reportar um lucro líquido de US$ 2,91 bilhões no segundo trimestre, alta de 4% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A receita aumentou 7,1% no mesmo período, para US$ 18,95 bilhões, impulsionada por aumentos no volume de remessa e alta nos preços, ficando acima da projeção dos analistas ouvidos pela FactSet, que esperavam receita de US$ 18,40 bilhões.

Segundo a companhia de produtos de consumo e beleza, todos os segmentos de negócios da tiveram aumento nas vendas no segundo trimestre, com cuidados de saúde liderando com 18%, seguido de beleza, 11%.

A P&G deu uma perspectiva sombria para o próximo ano, prevendo vendas mais lentas e custos historicamente altos para matérias-primas e transporte à medida em que a inflação aumenta e a crise de saúde global continua.

Nesta sexta-feira (30), a empresa comunicou que David Taylor vai deixar o cargo de executivo-chefe, após seis anos na liderança da companhia. Em novembro, ele será substituído pelo atual diretor operacional, Jon Moeller. O executivo está no cargo há dois anos e anteriormente, foi diretor financeiro. Taylor será presidente-executivo.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 30.07.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

O futuro das fragrâncias: insights que irão direcionar o mercado

  • Written by:

Um panorama geral

Por Daniela Ferreira 

O Brasil é o segundo maior consumidor mundial de fragrâncias, somente atrás dos Estados Unidos. Segundo a Euromonitor International, empresa global de pesquisa de mercado, quando o mercado de perfumaria no mundo faturou US$ 44,26 bilhões em 2020, os Estados Unidos atingiram 18,26% desse total, o Brasil 12,26% e a Alemanha, em terceiro lugar no ranking, 5,41%.

De fato, os números apontam que as fragrâncias fazem parte da rotina dos brasileiros, pois representa 22,9% do total dos produtos de HPPC (Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), enquanto que globalmente esse percentual é de 9,1% e nos Estados Unidos, 8,9%. Além disso, no ano passado, quando as lojas de perfumaria passaram muito tempo fechadas ou com restrições de funcionamento, devido à pandemia, a categoria teve um crescimento de 8,4% (vendas ex-factory) em relação ao ano anterior. De acordo com a ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), as empresas se reinventaram e investiram em canais de vendas alternativos, o que atraiu compradores mesmo à distância. A possibilidade de fazer compras pelo e-commerce, de trocar experiências nas redes sociais e de interagir com as marcas virtualmente, garantiu o acesso dos consumidores aos itens de perfumaria. Outro ponto de destaque foi o aumento do interesse do brasileiro pelos perfumes nacionais não só devido às restrições de viagens ao exterior, mas também em decorrência do aumento de preços para itens importados, consequência do aumento do dólar.

A Euromonitor prevê que até 2025, o segmento de perfumes no Brasil cresça 15,9% em valor, o que representa uma projeção próxima ao crescimento global de 17% para a categoria e bem à frente dos Estados Unidos, onde a expectativa é de 3,4%.

Amostragem e Experimentação nas vendas digitais

Para os próximos anos, conforme o mundo se esforça para restabelecer o cenário pré-pandemia, o público reavalia suas prioridades e critérios de consumo e, consequentemente, o mercado de perfumes terá que estar alinhado a essas demandas. De acordo com a Segmenta, empresa latino-americana de inteligência de mercado, a experimentação das fragrâncias, muito dependente das lojas físicas, tem sido ampliada para o ambiente online por marcas que passaram a oferecer amostras e devoluções de produtos, mini tamanhos e novas tecnologias para um teste mais seguro.

A marca americana Dossier, por exemplo, envia a amostra juntamente com a fragrância comprada. Se o consumidor não gostar, pode devolver o frasco fechado em até 30 dias. De modo muito similar, a marca peruana Falabella oferece a mesma experiência de compra e teste.

A Snif, outra marca americana, envia um kit com uma fragrância ou um kit com três opções para o consumidor testar em até sete dias. Ao final do período, o cartão é debitado pelos frascos de tamanho normal escolhidos ou a devolução pode ser feita gratuitamente.

Já a brasileira Amyi, oferece um kit com seis miniaturas para que o consumidor possa conhecer, através de uma jornada sensorial realizada na plataforma da marca, as fragrâncias mais conectadas com o seu estilo, que torna a escolha mais certeira.

Bem-estar, higiene e emoção

Segundo a WGSN, empresa global de previsão de tendências, as fragrâncias devem se tornar mais funcionais e propositadas, unindo bem-estar, higiene e emoção.

Em um discurso proferido na premiação da Fragrance Foundation no Reino Unido, Judith Gross, diretora global da IFF, explicou que as fragrâncias estimulam um modo de viver mais positivo e que durante a crise, os perfumistas da empresa reintroduziram perfumes no mercado como um item ‘essencial’ para garantir o bem-estar mental e físico do público consumidor. De fato, o estudo conduzido pela IFF em 2020, Global Lifestyle Tracker, apontou que os aromas são parte cada vez mais importante dos rituais de autocuidado, já que 54% das pessoas usam perfume em casa e não apenas para sair.

O Eau de Parfum Forest Lungs, da marca britânica The Nue Co, é uma fragrância unissex antiestresse, com a proposta de trazer os efeitos curativos da natureza. O produto replica as fitoncidas, que são compostos orgânicos voláteis emitidos por todas as partes das árvores com um papel importante na imunidade das plantas. Por isso, segundo a empresa, a fragrância reduz o estresse e a ansiedade, além de reforçar o sistema nervoso parassimpático. A marca também realiza regularmente campanhas de conscientização sobre saúde mental.

O Boticário lançou recentemente a fragrância Arbo Botanic, inspirada no movimento das Florestas Urbanas, no verde das folhas da Costela-de-Adão e contém o acorde ENERGY, ingrediente comprovado pela neurociência por despertar a sensação de energia que a natureza traz.

A importância do perfumista

Usar a figura do perfumista para explicar qual foi a inspiração por trás de um produto, é uma forma de criar uma relação mais humana entre cliente e criador e também, de obter maior engajamento no ambiente digital, de acordo com a WGSN.

Cursos, workshops e personalização podem propulsionar as vendas, pois é crescente a curiosidade e o interesse por ingredientes de perfumaria. Desse modo, os perfumistas se tornarão parte central do desenvolvimento de novos produtos, criando fragrâncias que, além de terem histórias e inspirações mais pessoais, irão educar o público consumidor. Exemplo da perfumaria como aliada na educação, são as escolas que usam o olfato no processo de aprendizado. A especialista em educação atuante na Noruega e no Reino Unido, Natalia Kucirkova, criou livros olfativos com mecanismos ‘raspe e cheire’ que permitem que estudantes conectem odores a novas palavras. O uso dos cheiros como ferramenta de aprendizado contribui para o fortalecimento da conexão de jovens consumidores com fragrâncias, enfatizando sua importância. Por isso, a importância dos aromas em diferentes áreas da vida, da educação até o estilo pessoal, deve ser incorporada à história e à comunicação da marca.

Novos ingredientes naturais

A WGSN ressalta que os ingredientes ‘naturais’ cultivados em laboratório darão origem a perfis olfativos inovadores. A biotecnologia branca (que usa enzimas e microorganismos, baixas temperaturas e catalisadores e solventes não-poluentes) oferece ao mercado de fragrâncias alternativas naturais e altamente sustentáveis.

O estudo Conscious Consumer, conduzido pela Firmenich, apontou que 71% dos consumidores consideram produtos naturais ou ecológicos importantes ou muito importantes. Recentemente, a empresa abriu seu primeiro laboratório de biotecnologia, em Genebra, com o objetivo de ampliar a oferta de alternativas renováveis a ingredientes naturais. Já estão nesse portfólio o Clearwood, um ingrediente com aroma de patchouli e o Dreamwood, o primeiro ingrediente biotecnológico branco a oferecer as propriedades antimicrobianas e relaxantes do óleo de sândalo, fazendo dele ao mesmo tempo funcional e sustentável.

Laboratório de biotecnologia e naturais em Genebra – Firmenich

A congruência entre a perfumaria e os aromatizadores de ambiente

Dados recentes da Mintel, empresa global de pesquisa de mercado, apontam que 25% dos brasileiros usam produtos aromáticos ambiente (velas, desodorizantes com aromas relaxantes, por exemplo), para criar um ambiente aconchegante, e esse percentual sobe para 33% entre os consumidores com 55 anos ou mais. Já um estudo global da WGSN, aponta que o estilo de vida caseiro passará por mudanças e as fragrâncias cumprirão um importante papel nesse processo. Desse modo, as fornecedoras de ingredientes de perfumaria estão lançando produtos que criam diferentes atmosferas. O Moodscentz, da Givaudan, por exemplo, é uma plataforma que combina psicologia e neurociência para criar ingredientes de perfumaria que refletem diferentes emoções.

Já consciente do efeito das fragrâncias nas emoções, o público espera que empresas invistam em produtos que criem uma atmosfera específica para momento distintos. Assim, as marcas podem considerar a ideia de criar fragrâncias para diferentes situações e cômodos da casa, já que os limites entre a perfumaria e os aromatizadores de ambientes estão desaparecendo.

O mercado de perfumes passará por grandes mudanças no pós-pandemia

As novas formas de alcançar os consumidores no mundo digital, a valorização dos perfumistas, as experiências emocionais e a neurociência, a extensão do conceito ‘natural’ através da biotecnologia são tópicos relevantes, que estão redefinindo o futuro das fragrâncias, cujo papel terá muito mais propósito.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Ariana Grande lança perfume vegano e cruelty free

  • Written by:

A  cantora Ariana Grande está lançando um perfume vegano, chamado de God is a woman (nomeado pela sua música do álbum Sweetener). A fragrância tem 91% de ingredientes naturais, além de ser certificada como cruelty free

O lançamento do perfume foi feito dia 29 de Julho na loja Ulta Beauty, e o valor está em US$ 55, o aroma é de almíscar frutado, com toques de ambrette, pétalas de rosas turcas, pera, orris (raiz de íris), baunilha de madagascar e madeira de cedro cremosa.

Segundo a Live Kindly, o perfume vegano da estrela pode significar que a pop star lançará uma linha de beleza com a marca God Is a Woman, já que no início do ano ela registrou uma marca com diversos produtos de skincare. Porém, é necessário lembrar que, no momento, é só uma especulação.

Na página do produto também é possível verificar que o perfume possui ingredientes limpos (ou seja, é clean beauty), tem uma caixa reciclável e seu suporte é feito com 60% de materiais vegetais e sustentáveis. A marca também irá realizar uma doação de US$ 5 para iniciativas que visam limpar os oceanos, a cada compra efetuada da fragrância com 50 a 100 ml, entre os dias 29 de julho e 11 de agosto. Ao todo, a marca se comprometeu a doar, no mínimo, US$ 75 mil.

Entretanto, essa não é a primeira vez que Ariana Grande lança um perfume. Ela está presente nesse mercado desde 2015, quando  colocou nas prateleiras o perfume ARI, logo após, também lançou as fragrâncias REM, Thank U Next e Moonlight.

Uma curiosidade é que esse não é o primeiro produto de beleza que leva o nome da música “God is a Woman”, em 2018 a LUSH Cosméticos desenvolveu uma bomba de banho vegana inspirada na canção, que esgotou rapidamente depois do lançamento.

 

 

 

 

 

Fonte: Vegan Business 30.07.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Boticário lança plataforma com informações sobre composição dos cosméticos

  • Written by:

Projeto quer trazer mais transparência para as ações sustentáveis da empresa e conscientizar consumidores sobre o impacto de alguns componentes ao meio ambiente

Grupo Boticário quer comprovar a qualidade de seus produtos, e fará isso com ajuda da transparência. A empresa anunciou a criação da plataforma digital Beleza Transparente, que faz parte do compromisso da marca em mostrar a sustentabilidade na operação —  e produtos —  e permitir que consumidores possam consultar a composição química dos itens de perfumaria e beleza fabricados pela empresa.

Segundo a empresa, o objetivo é estimular o consumo consciente, ao mesmo tempo que traz uma resposta à crescente preocupação de consumidores acerca dos itens que de beleza que compram e seus impactos no meio ambiente. “Queremos desmistificar tabus da indústria da beleza, e garantir que um produto seja sustentável e seguro do começo ao fim”, afirma Juliana Canellas, diretora de qualidade e performance de produtos do Grupo Boticário.

No site, lançado nesta semana, é possível consultar uma lista de todos os ingredientes usados nas fragâncias do Boticário, além de informações sobre o processo produtivo dos produtos e como a empresa conduz ações de combate ao desperdício e para a redução de resíduos, da escolha da matéria-primas das embalagens ao reaproveitamento.

A iniciativa faz parte dos 16 “compromissos para o futuro”, esforços socioambientais do Grupo que preveem uma série de metas para 2030. Entre elas, mapear e solucionar 150% de todo resíduo sólido e reduzir a desigualdade social de 1 milhão de brasileiros. Recentemente, a empresa também anunciou que terá apenas veículos elétricos em toda a logística nacional até 2025.

 

 

 

 

 

Fonte: Invest Exame 30.07.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Natura abre nova loja no México

  • Written by:

A empresa brasileira de beleza e cosméticos Natura abriu um nova nova loja no México, dando continuidade ao seu projeto de expansão no país.

A segunda loja Natura no México foi instalada no piso térreo do shopping Plaza Satélite, localizado no Estado do México, e sua inauguração ocorreu no dia 17 de julho, conforme confirmado pela própria marca por meio de suas redes sociais.

A Natura iniciou sua expansão por meio de lojas físicas no México no mês de junho. O primeiro ponto de venda físico da marca foi aberto no Paseo Interlomas, um centro comercial que também está localizado no Estado do México.

Para as próximas semanas, a empresa planeja adicionar mais quatro lojas com foco na Cidade do México, dentro de Perisur, Santa Fé, Punta Norte e no estado de Querétaro, com os locais ainda a serem confirmados. De acordo com a jornal Dinero en Imagen, estas novas lojas serão inauguradas até 6 de agosto.

 

 

 

 

Fonte: Fashion Network 29.07.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Neymar Jr é o novo embaixador da Above

  • Written by:

Jogador ganhará uma linha própria de antitranspirantes

Above passa a ser a marca de antitranspirante do jogador Neymar Jr. A Baston Aerossóis, fabricante da Above, acaba de fechar contrato com a NR Sports, empresa responsável pela gestão de carreira e imagem de Neymar Jr, para tornar o atleta embaixador global da marca pelos próximos três anos. O valor do contrato não foi revelado pelas partes, mas este é o maior contrato de marketing já realizado pela Baston desde o lançamento da Above, em 2018.

Pelo contrato, a Above lançará uma linha exclusiva de antitranspirantes com o nome de Neymar Jr. e terá o direito de uso de imagem do jogador em toda a sua comunicação, incluindo peças publicitárias, mídias on e off, redes sociais, filmes, produtos e materiais de ponto de vendas.

Empolgado com a novidade, o craque lembra que já se identificava com a marca antes mesmo da parceria. “Uma vez assisti uma campanha da Above que dizia sobre ‘suar na vida’. Achei muito criativa e com certeza me identifiquei muito, porque tudo que eu e minha família fizemos foi suar para sobreviver e depois procurar o sucesso. Então, quando me apresentaram a possibilidade de parceria fiquei muito empolgado por podermos fazer muitas coisas bacanas juntos”, disse.

A chegada de Neymar Jr faz parte do projeto de marketing da Above para expandir a visibilidade da marca com todos os públicos. No ano passado a empresa já fez quatro ações sociais com o apresentador Luciano Huck, entre elas, a doação de uma casa para uma família atendida pela Central Única das Favelas (CUFA).

A escolha de Neymar Jr. como novo embaixador Above também tem relação com afinidade de propósitos. “Ele é um menino extremamente querido, educado e humilde, que ajuda ao próximo e tem bom coração. Isso tem tudo a ver com Above”, ressalta Gustavo Malucelli Bacila, CEO da Baston.

Além disso, a marca está de olho da Copa do Mundo, marcada para o período de 21 de novembro a 18 de dezembro de 2022, e suas eliminatórias, quando Neymar Jr. deverá ganhar ainda mais projeção mundial. “Ele é considerado uma das pessoas mais influentes do mundo e é o maior ídolo do futebol da atual geração do esporte, que é uma paixão nacional. Temos a certeza de que terá, mais uma vez, papel fundamental de levar a seleção do Brasil para frente e será amado por toda a torcida brasileira, que nesses momentos se une e se engaja”, comenta Bacila e completa: “Isso tem tudo a ver com o nosso objetivo de assumir a liderança nacional em antitranspirantes e ganhar visibilidade global para levar a Above, que é uma marca 100% brasileira, para o mercado internacional.

A imagem positiva de Neymar Jr é estratégica para a marca manter o crescimento anual de vendas acima de dois dígitos, assumir a liderança nacional de market share e iniciar a sua internacionalização. Além de um marketing mais agressivo, Bacila destaca que esses desafios também serão vencidos com os investimentos que a Baston tem realizado em tecnologia de ponta para verticalizar todo o seu processo de produção de aerossóis.

“O pontapé inicial dessa verticalização começa no ano que vem, com duas importantes inaugurações: a nossa fábrica de latas de aço, que terá capacidade para produzir mais de 180 milhões de unidades por ano, e a nossa nova unidade de envase de aerossóis, que será dedicada para a produção de mais de 200 milhões de unidades de produtos Above. Estamos fazendo esses investimentos e apostando na verticalização para que nossos produtos tenham cada vez mais qualidade e com preços cada vez mais acessíveis”, explica Bacila.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Colgate-Palmolive fecha trimestre com lucro e receita em alta

  • Written by:

Empresa viu um aumento de 12,5% nas vendas na América Latina, com crescimento orgânico no Brasil, México e Argentina

A Colgate-Palmolive registrou lucro líquido de US$ 703 milhões no segundo trimestre, alta de 10,7% na comparação anual. A companhia teve crescimento de 9,31% nas receitas, a US$ 4,26 bilhões, mas viu suas margens recuarem, pressionadas pela inflação, continuidade dos impactos da pandemia e desafios logísticos.

“Apesar da alta nos insumos e custos logísticos, entregamos mais um trimestre de alta no lucro”, diz Noel Wallace, diretor-presidente da empresa americana. “Esperamos que esse cenário desafiador de custos continue no segundo semestre e nos mantemos focados nas nossas iniciativas.”

A Colgate viu um aumento de 12,5% nas vendas na América Latina, representando 21% do faturamento total da empresa no segundo trimestre. Eles destacam que houve crescimento orgânico no Brasil, México e Argentina, mas com declínio na Colômbia.

A região da América do Norte teve queda de 4% nas vendas, com a empresa destacando uma forte base de comparação nos Estados Unidos. Europa, Ásia-Pacífico, África-Eurásia tiveram alta nas vendas.

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 30.07.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Ativos naturais, inovação e reinvenção: Provital em uma nova fase

  • Written by:

Combinar ciência, tecnologia, natureza e cuidado consolida a operação brasileira presente no país há mais de uma década

Por Estela Mendonça

Duas conquistas em 2021 reforçaram a projeção no cenário mundial e também no Brasil da empresa de origem espanhola Provital, fabricante de princípios ativos naturais para a indústria cosmética, que no ano passado renovou sua identidade visual, adotando uma nova comunicação que passou a estampar também a expressão “Do care”, para enfatizar seu propósito de cuidar.

Um dos reconhecimentos veio com o prestigiado BSB Innovation Awards 2021, premiação que visa promover a disseminação global de conhecimento e contribuições tecnológicas e sustentáveis no setor de cosméticos, destacando dois ativos da companhia: Wonderage™, que conquistou o primeiro lugar no ranking de inovações em matéria-prima, e Senseryn™, que ficou na segunda colocação na categoria de inovação em ativos naturais.

Dois ativos são premiados no BSB Innovation Awards 2021

O ativo Wonderage™ foi premiado por sua abordagem moderna, criativa e promissora para lidar com a crescente demanda por produtos que apoiam o envelhecimento saudável, por meio de mecanismos de bioestímulos para a produção de ácido hialurônico no organismo. Derivado do fruto do monge, também conhecido como fruto da longevidade, o ativo equilibra a epigenética da pele para realçar o brilho natural da mulher madura, impactando em seu bem-estar emocional, desempenho que foi medido com inteligência artificial.  O mote da campanha de lançamento do produto define bem sua abordagem holística: “A beleza não é a chave para a felicidade, a felicidade é a chave para a beleza”.

Já o Senseryn™ é um ativo que melhora a qualidade da pele sensível e reativa com uma abordagem científica inovadora, a sensocosmética, que estimula os próprios sentidos para cuidar do bem-estar da pele. Ele ativa os receptores sensoriais do sabor amargo que acalmam a pele e a tornam mais resistente à inflamação, além de equilibrar a microbiota e prevenir o ciclo vicioso de irritação, reduzindo visivelmente suas sequelas.

Propósito de cuidar

“Estamos muito felizes e realizados com o reconhecimento global que tivemos por nossos ativos. Isso nos incentiva ainda mais a manter o entusiasmo para contribuir e cocriar soluções para as marcas de cosméticos no Brasil, trazendo o que há de melhor da natureza aliada à ciência aos nossos parceiros. A conquista reforça o propósito da Provital, que nasceu há mais de 40 anos com o objetivo de cuidar da natureza e do bem-estar das pessoas”, comemora Roberto Jorge Monteiro, Sócio-Diretor da Provital Brasil.

Roberto Jorge Monteiro, Sócio-Diretor da Provital Brasil

O executivo e o time da operação brasileira também celebram outra importante conquista para a Provital, que por sua performance em 2020 recebeu a classificação de parceiro estratégico ouro pelo Programa de Avaliação e Desenvolvimento de Parceiros (PADP) do Grupo Boticário, que reconhece que a empresa segue constantes critérios que a diferenciam, como inovação, itens de conformidade dos produtos e logística, sustentabilidade, diversidade, qualidade e consistência de avaliação técnica. “Receber uma avaliação positiva de um parceiro tão importante nos orgulha muito, frente a tantos desafios impostos pela pandemia. É um reconhecimento de que nossos padrões são sólidos e nos mantém na direção certa em busca da inovação e da manutenção dos nossos valores”, afirma Monteiro.

Cadeia sustentável

Com mais de quatro décadas de história internacional, a Provital está presente em cerca 90 países com seis operações internacionais diretas, além de distribuidores espalhados pelo mundo. Tornou-se a primeira indústria de cosméticos a cumprir todos os requisitos do Protocolo de Nagoya. Desde 2013, tem trabalhado com comunidades no México para promover o cultivo sustentável de plantas com propriedades medicinais, apoiando a iniciativa “Mujeres y Ambiente”, em Querétaro, México, que no ano passado superou cerca de 600 propostas de mais de 120 países e foi escolhida como uma das 10 vencedoras do “Prêmio Equador 2020”, da Equator Initiative. O prêmio foi anunciado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) como exemplo de iniciativa de promoção de soluções sustentáveis baseadas na natureza e na proteção da biodiversidade.

Provital apoia a iniciativa “Mujeres y Ambiente”, em Querétaro, México

O trabalho com o projeto “Mujeres y Ambiente” resultou no lançamento, em maio deste ano, do Ethicskin, um ativo multifuncional desenvolvido a partir do extrato da flor Heterotheca inuloides, que regula efetivamente a expressão genética de vários mecanismos que induzem o autoaperfeiçoamento da pele. Testado em um painel misto e multiétnico, o Ethicskin demonstrou melhorar significativamente muitas características relacionadas à saúde da pele, gerando um caminho preventivo e inclusivo para o envelhecimento saudável. Com este ingrediente, a Provital também se tornou o primeiro fornecedor de cosméticos a obter um IRCC (Certificado de Conformidade Internacionalmente Reconhecido) sob o Protocolo de Nagoya, fornecendo uma garantia de sua abordagem justa para o abastecimento de ingredientes.

Portfólio científico

Monteiro conta que a Provital sempre foi muito conhecida pelos extratos, óleos, águas e leites vegetais, com um acervo de mais de 500 referências de plantas. Na última década, entretanto, investiu muito em ingredientes vegetais de performance tanto para Skin quanto para Hair Care. Entre os sucessos de vendas no Brasil, ele cita o ativo de hidratação Hydra 360º, que é proveniente de algas, estimula a produção natural de colágeno e carrega uma tecnologia exclusiva que promove a liberação sequencial, melhorando a absorção e aumentando seu tempo de ação. “Essa tecnologia está presente em muitos de nossos ativos de performance, e pode ser utilizada em diversos tipos de produtos finais com benefícios perceptíveis”. A empresa vem se destacando ainda com uma gama de ingredientes para tratamento corporal, incluindo gordura localizada, celulite, estrias, e também em produtos faciais, com soluções para área dos olhos e lábios, rugas, uniformizadores, entre outros.

Na última década, a Provital vem investindo no desenvolvimento de ingredientes vegetais de perfomance

No mercado capilar, um grande destaque é o Baicapil™ ativo premiado e reconhecido inclusive por indústrias farmacêuticas, além de estar presente em muitos produtos de grandes marcas. “Ele atua em queda capilar e os resultados têm sido fantásticos”, garante Monteiro.

O vasto portfólio com mais de mil tipos de ingredientes de diversas origens de cultivo em todo o globo está dividido em três grandes linhas: Care Actives, composta por ativos com tecnologia; Care Motives, com ativos sensoriais e emotivos, entre extratos, óleos, leites e águas, e ECO Cares, com ingredientes orgânicos, com certificação COSMOS. Segundo Monteiro, a Provital está reforçando sua atuação junto à ECOCERT para conquistar cada vez mais selos de orgânicos em seus ativos. Muitos deles já contam com importantes certificações, como Halal além de atender aos mais rígidos requisitos de produção, como a ISO 9001, ISO 22716 e ISO 16128, e seguirem princípios veganos e Cruelty Free.

Cocriação com clientes

Acompanhando o movimento global de renovação da companhia, a Provital Brasil investiu em sua estrutura para apoiar os clientes, com a atração de profissionais experientes em produtos finais de marcas de cosméticos consagradas. Segundo Monteiro, a empresa também aderiu a uma série de plataformas de inteligência de mercado, como Mintel, Euromonitor, entre outras. “Realizamos diversas ações que nos ajudaram a estudar as tendências internacionais e mapear o comportamento de consumo, voltando nossa compreensão para o produto final”, explica.

Provital Brasil conta com estrutura e profissionais experientes para apoiar os clientes

A Provital se envolve por inteiro nos projetos com seus clientes para oferecer todo o serviço atrelado à aplicação de suas matérias primas, e isso vai desde a inteligência de mercado, criação do storytelling até a própria formulação do produto acabado, e para isso, conta com a parceria de dermatologistas, tricologistas, maquiadores, cabelereiros e outros profissionais dependendo de cada necessidade. “Acreditamos que, ao conhecer bem o mercado, o consumidor e os nossos clientes, podemos trazer as melhores inovações para os projetos em que estamos envolvidos. Encaramos o processo de desenvolvimento não apenas como a parte da fórmula, mas também como parte de um produto finalizado, que o consumidor vai utilizar e se surpreender”.

Além de parcerias sólidas com grandes clientes, Monteiro garante que a empresa atende empresas todos os portes, inclusive apoiando o nascimento de muitas delas, que podem contar não apenas com a versatilidade e amplitude do portfólio, mas com quantidades adequadas às suas necessidades, com embalagens a partir de 1kg. “Eu sempre acreditei em empresas menores se tornando médias e grandes”.

Pós-pandemia

Apesar da pandemia, o executivo afirma que os negócios da companhia no Brasil não sofreram grandes impactos e acredita que exista uma demanda ainda reprimida que virá com a retomada econômica.  “O hair care não parou e demonstra alto potencial de crescimento para lançar novas marcas. A categoria de skin care teve grandes crescimentos em 2020 e apresenta grandes oportunidades para a inovação e o desenvolvimento de tecnologia em dermocosméticos em 2021, e os produtos corporais já são um grande mercado no Brasil e certamente continuarão em ascensão”, avalia Monteiro, que é farmacêutico e bioquímico, com graduação também em marketing e vendas, e que conta com mais de 27 anos de experiência em grupos multinacionais, como Henkel e Cognis, além de ter atuado em importantes distribuidoras do mercado nacional. “Inovar em cosméticos necessariamente deverá se basear em tecnologia e sustentabilidade”, afirma.

Monteiro acredita que para o futuro, os ingredientes devem aparecer cada vez mais e serão fundamentais para a sustentação das marcas. Um grande destaque nas macro tendências são os que possuem similaridade estrutural com a pele, a fibra do cabelo, como é o caso dos ativos biomiméticos. “Também crescerá o uso de ingredientes que estimulam os mecanismos de ação naturais do próprio organismo para a produção de ácido hialurônico, colágeno, elastina entre outras substâncias essenciais do nosso corpo. O consumidor está cada vez mais exigente, e o mercado se adequa para uma entrega de mais alto nível para acompanhar este movimento, com resultados efetivos e inteligência. A palavra do futuro na cosmética é confiança. Eu vou usar uma marca porque que sei que vai dar resultado, que não vai trazer nenhum malefício para as pessoas e para o meio ambiente. Isso tudo, sem perder, é claro, toda a leveza e a magia que cerca o universo cosmético”, completa.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Microesferas de plástico nos cosméticos: por que são prejudiciais?

  • Written by:

As microesferas são pequenos pedaços de plástico derivados do petróleo que não são biodegradáveis, seus materiais incluem o polietileno (PE), polipropileno (PP), polietileno tereflatato (PET), polimetilmetacrilato (PMMA), politetrafluoroetileno (PTFE) e nylon.

A grande preocupação é que essas substâncias estão presentes em alguns cosméticos, e trazem prejuízo aos animais já que podem ser consumidas causando a morte ou a contaminação.

As microesferas são muito pequenas (não passam de 1,5 mm) e é impossível filtrá-las nas grades das estações de tratamentos de esgotos, sendo que o material vai direto para as águas, poluindo tanto os mares quanto os rios. Outra questão é que diminui a oxigenação do mar e isso acarreta no aquecimento da água, e para as pessoas com dietas onívoras também traz riscos à saúde.

Aqui no Brasil, o primeiro estado que aprovou uma lei (número 8090/2018) que proíbe a utilização dessas microesferas é o Rio de Janeiro, em agosto de 2018. As empresas tinham até um ano e meio para se adaptar a essa mudança.

Como saber se um cosmético não contém microesferas? 

As microesferas são utilizadas em cremes, sabonetes, branqueadores abrasivos e pastas de dentes, com objetivo de criar atrito.

Para você saber se um cosmético contém microesferas, uma recomendação é observar o rótulo: veja se ele tem as palavras polipropileno ou polietileno, que também podem estar com os termos em inglês: polypropylene ou polyethylene.

Como já falamos aqui na matéria de beleza limpa, movimento que possui preocupação quanto aos impactos que os produtos de beleza causam no consumidor e no meio ambiente, é muito importante ficar atento aos rótulos de seus cosméticos e artigos de higiene pessoal, já que é possível que alguns deles contenham substâncias prejudiciais tanto para sua saúde quanto para o meio ambiente.

Microesferas de plástico e suas proibições nos países

O Brasil já possui um projeto (número 6528/16) na Câmara dos Deputados que visa acabar com a adição intencional de microesferas de plásticos em produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumarias. Atualmente, o projeto aguarda a designação do relator na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), e em 2019 foi aprovado na segunda comissão, sendo analisando em caráter conclusivo.

Em outros países a situação é a seguinte:

• Na Europa, segundo a DW, a Diretiva 2019/904 do Parlamento e do Conselho Europeu, proibiu o microplástico, além de canudinhos, talheres e pratos feitos desse material, sacolas oxodegradáveis, entre outros. A União Europeia tem o objetivo de que até 2030 todos os plásticos que não foram banidos sejam reutilizáveis ou recicláveis;

• Outros países que também decidiram proibir o microplástico foram os Estados Unidos, Canadá, Irlanda, Reino Unido e Nova Zelândia.

 

 

 

 

Fonte: VeganBusiness 30.07.2021

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes
Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros

Animated Social Media Icons Powered by Acurax Wordpress Development Company