Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Radar Tecnologia Verde & SustentabilidadeIngredientes do bem: seis queridinhos da indústria da cosmética natural

Ingredientes do bem: seis queridinhos da indústria da cosmética natural

  • Written by:

Opções de beleza mais sustentáveis fazem bem ao meio ambiente e ao corpo. No que diz respeito às fragrâncias, por exemplo, saem os componentes sintéticos e entram opções menos nocivas (mas nem por isso menos agradáveis).

Extratos de caules, flores e sementes potencializam fórmulas e entregam a mesma tecnologia presente em produtos com ingredientes sintéticos – muitas vezes até mais eficazes. Animou? Aqui, listamos seis ingredientes da indústria da cosmetologia natural para você aderir à sua rotina de beleza:

Manteigas

Supernutritivas, as manteigas, em geral, possuem propriedades emolientes que evitam a perda hídrica da pele, evitando o ressecamento. À base de sementes, caroços e outras matérias-primas, elas são responsáveis pelas fórmulas mais cremosinhas e confortáveis de usar — uma delícia, sobretudo no inverno. A mais conhecida é a manteiga de karité, rica em vitaminas A e E, é um clássico das loções para peles secas. Já a de cacau, mais sólida, é antioxidante e tem um aroma de chocolate deliciosa.  A queridinha da vez é a manteiga de manga, cada vez mais presente nas loções corporais naturais — ela rica em ácidos graxos e tem alto poder de hidratação.

Ceras

A cera de abelha é usada há milênios com fins medicinais e cosméticos. No universo da da beleza natural, que também flerta com o veganismo, ele tem sido cada vez mais substituído pelas versões vegetais. A mais comum, presente em batons e loções corporais, é a cera de candelila, oriunda das folhas de cadelila, planta nativa do México e de uma região dos EUA. A versão vegana nacional é a cera de carnaúba, extraída das folhas de uma palmeira — por ter textura mais sólida é ideal para ser usada como balm labial e pomadas.

Óleos essenciais

São substâncias naturais, destiladas das mais diversas partes das plantas — pense em  caules, sementes, flores e folhas. Segundo a aromaterapeuta Samia Maluf, os óleos essenciais são constituídos por centenas de substâncias diferentes (chamadas de ativos químicos) que atuam no campo físico, emocional e energético. Na cosmética, entram para perfumar de maneira mais natural, conferir propriedades diversas (há óleos essenciais regeneradores, antissépticos, antibacterianos, afrodisíacos, cicatrizantes…). Isso sem falar no aroma, altamente revigorante.

Óleos vegetais

São extraídos das partes gordurosas das plantas — diferente dos óleos essenciais, não possuem aroma intenso. Ideais para serem usados na diluição dos OEs, à temperatura ambiente, a maioria destes óleos são líquidos. Você pode usá-los diretamente na pele ou misturar com seus cosméticos. Assim como os óleos essenciais, os vegetais possuem diferentes finalidades; os mais comuns usados na indústria cosmética são amêndoas, semente de uva, coco, rosa mosqueta, jojoba, abacate, argan e buruti.

Sementes

Já falei por aqui do perigo do uso de plásticos dentro dos cosméticos, no caso do uso das moléculas de polímeros. As sementes, principalmente as de maracujá e goiaba, após passarem por processos de inovação, se saem tão bem quando as microesferas. Taí uma ótima opção biodegradável para susbstuir este ingrende de efeito abrasivo.

Argilas

Os minerais de argila se formam durante longos período de tempo devido à degradação física gradual das rochas. Isso quer dizer os elementos de cada uma são específicos do local de origem – inclusive seus benefícios cosméticos. O magnésio, por exemplo, tem a função de auxiliar na síntese das fibras do colágeno; já o ferro tem um tem papel importante para manter a pele resistente e com boa elasticidade. Já o alumínio tem ação cicatrizante e inibe o desenvolvimento de bactérias que podem provocar, por exemplo, espinhas. Em geral, ajudam no equilíbrio da produção de sebo, de oleosidade e até atuam como esfoliantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Glamour 22.06.2020

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros