Visit us on TwitterVisit us on FacebookVisit us on LinkedIn
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Destaque Matérias EspeciaisBrasileiros desembolsam R$ 11,6 bilhões por ano em desodorantes

Brasileiros desembolsam R$ 11,6 bilhões por ano em desodorantes

  • Written by:

Benefícios funcionais, novas abordagens e naturalidade predominam nos lançamentos na categoria

Por Estela Mendonça

Segundo maior mercado consumidor de desodorantes do mundo, o Brasil registrou vendas de R$ 11,591 bilhões em 2020, um crescimento de 2,5% na comparação com 2015, segundo a Euromonitor International, evidenciando a alta penetração da categoria e a consequente estabilidade, que deverá se estender nos próximos cinco anos, chegando a R$ 11,756 bilhões, em 2025.

Pode parecer um desempenho modesto, mas vale destacar que em muitos países as medidas de isolamento e o home office levaram muitos consumidores a reduzir o uso de desodorantes durante a pandemia muito mais do que por aqui, especialmente na Europa. No ranking global de consumo, somente o líder Estados Unidos registrou crescimento superior à média global (12,6%), com elevação de 14,1% em relação a 2015, totalizando US$ 4,864 bilhões, quase um quarto de todo o consumo mundial.  Por outro lado, as vendas despencaram 7,9% na França.

Na avaliação da Euromonitor, entre as consequências da pandemia, a queda na renda das camadas sociais e econômicas mais desfavorecidas tem levado os consumidores brasileiros a buscarem marcas mais baratas, como também tem pressionado as grandes marcas do setor a investirem em promoções e a reduzir os preços.  Assim como em outras categorias de higiene e beleza, os lançamentos têm acompanhando a demanda por ingredientes seguros e de origem vegetal, além de novas abordagens para controle do suor e do mau odor, como a incorporação de claims de skin care e ação no microbioma da pele.

Liderança absoluta

As marcas da Unilever Rexona, voltada a oferecer alta proteção e eficácia antitranspirante, e Dove, que se propõe a promover maior cuidado com a pele das axilas, vêm se desdobrando para manter a metade desse bolo.  Com 10 milhões de euros investidos globalmente, anunciaram no mês passado o relançamento de seus portfólios com tecnologias exclusivas. Juntas, Rexona e Dove detêm 50% da categoria de desodorantes no Brasil e estão presentes em mais de 40 milhões de lares brasileiros.

Camila Garbin, gerente de marketing da Dove

Dove acaba de relançar sua linha de desodorantes, com uma nova fórmula que oferece ainda mais cuidado para a pele das axilas. Ela foi desenvolvida considerando a experiência das consumidoras, já que 77% das mulheres brasileiras relataram em pesquisa da marca já ter tido alguma forma de irritação na pele das axilas. A nova fórmula dos produtos traz a combinação  do seu novo ativo antitranspirante, mais eficaz contra suor e mau odor, e mais ingredientes de cuidado:  ¼ de creme hidratante enriquecido com óleo protetor. “É a nossa melhor fórmula dos últimos 10 anos. Essa combinação exclusiva de ingredientes consegue entregar proteção eficaz enquanto ajuda a manter a hidratação da pele das axilas e a recuperar a pele dos danos causados por agressões, como, por exemplo, a depilação” explica Camila Garbin, gerente de marketing da marca.

Já a nova formulação de Rexona promete garantir a melhor performance com proteção muito superior ao que é oferecido hoje no mercado, com os aerossóis regulares da marca passando a entregar 72 horas de proteção ativada pelo movimento. As partículas menores e mais estáveis da nova fórmula criam uma barreira de proteção mais resistente contra o suor e mau odor. Além disso, a cada sinal de movimento, as cápsulas de perfume se rompem, liberando proteção extra e fragrância.

“Os produtos das duas marcas passaram por reformulações significativas, a fim de entregar aos brasileiros a melhor proteção e o melhor cuidado do mercado. Além disso, sabemos a importância e a necessidade de ter marcas mais engajadas na transformação positiva da sociedade, e nós também cumprimos isso, com a responsabilidade de sermos líderes do mercado. Por isso, nossa iniciativa com os relançamentos de Rexona e Dove não é só trazer produtos ainda melhores, mas também consolidar nosso posicionamento e impactar positivamente os nossos consumidores com mensagens inspiradoras”, conta Marcel Rosa, diretor da categoria de desodorantes na Unilever.

Marcel Rosa, diretor da categoria de desodorantes na Unilever

Outra inovação da Unilever na categoria de desodorantes e que merece destaque foi lançamento do primeiro desodorante do mundo projetado para pessoas com deficiência. A marca Degree, que é a Rexona no Brasil, desenvolveu em colaboração com consumidores com deficiência e um grupo diversificado de especialistas um desodorante conceito que torna a aplicação mais fácil: o Degree Inclusive.

A embalagem com alças é projetada para uso com uma mão. Fechos magnéticos, um aplicador roll-on maior e rótulo em braile estão entre os pontos altos do projeto.  “Mais de 60 milhões de pessoas nos Estados Unidos vivem com alguma deficiência, mas os produtos e experiências ainda não foram projetados com esta comunidade em mente. Com o Degree Inclusive, esperamos inspirar ações ousadas em toda a indústria para garantir que as pessoas com deficiência tenham igualdade de condições”, disse Kathryn Swallow, vice-presidente global da marca  Degree.

Poder do magnésio

Ainda não disponível no Brasil, a marca Nivea está apostando no magnésio para a criação de uma nova geração de desodorantes: NIVEA Magnesium Dry. Desenvolvido ao longo de seis anos, sua fórmula é completamente isenta de alumínio e álcool etílico e combina magnésio e ácido esteárico de óleos vegetais, garantindo, segundo a marca, 48 horas de proteção contra o suor, ao mesmo tempo em que é suave para a pele.

Desodorante em barra

A Old Spice, marca da P&G lançou seu primeiro desodorante em barra, disponível em três opções de fragrância em sua nova linha de combate ao suor e ao mau cheiro. “O formato em barra traz uma proteção superior ao que existe predominantemente no mercado. É um formato que enxergamos com muito potencial e, para impulsionar ainda mais a categoria de antitranspirantes, buscamos as tecnologias superiores para o Old Spice Proteção Épica”, diz Vitor Fernandes, diretor de marketing para Old Spice Brasil.

Embalagens de papel

Nos Estados Unidos, em uma iniciativa para ajudar a reduzir o desperdício de plástico, a Secret e a Old Spice lançaram no início do ano caixas antitranspirantes recarregáveis.  Além disso, ambas as marcas irão expandir sua oferta de desodorantes sem alumínio em materiais recicláveis: embalagem de tubo de papel feita de papelão 90% reciclado. Os estojos fáceis de usar e recarregáveis, fabricados sem plástico descartável, incluem um refil feito com embalagens de papelão 100% certificadas pelo FSC.

Função de skin care

A Secret também lançou seu primeiro produto de proteção em nível clínico contra suor e odores com condicionadores de pele e um aplicador de toque suave, o desodorante Secret DERMA + Antiperspirant. Projetado em colaboração com dermatologistas femininas, o produto apresenta a pró vitamina  B5 e DERMA-Shield, uma combinação patenteada de ingredientes condicionadores da pele. Apresentado em um tubo compressível, semelhante a um produto para a pele, Secret DERMA + Antiperspirant promete ajudar a prevenir sinais visíveis de irritação nas axilas, como vermelhidão, inchaços, pele seca, cortes e descoloração para axilas visivelmente mais saudáveis e suaves.

Pedra ume

A EHM, empresa especializada na importação de produtos premium e proprietária da Curaprox no Brasil, oferece no mercado brasileiro o  desodorante roll-on Verdan, que promete  proteção desodorizante por 24 horas. Formulado com pedras de alume, também conhecida como pedra ume, mineral considerado uma alternativa aos desodorantes tradicionais devido a suas propriedades adstringentes, antissépticas e bactericidas. Desenvolvido e fabricado na Suíça com matéria-prima ecológica aprovada e certificada pela Ecocert Cosmos, contém 99% de ingredientes naturais e não possui fragrâncias, alumínio, parabenos ou corantes sintéticos.

Naturais em alta

A marca Positiv.a  lançou este ano o Desodorante 100% Natural  Lavandin e Melaleuca, livre de alumínio, de origem orgânica em base 100% vegetal. Os óleos essenciais de lavanda e melaleuca têm propriedades anti-inflamatórias, antifúngicas, bactericidas e cicatrizantes, além de combaterem os odores causados pela transpiração. A formulação também conta com bicarbonato de sódio, manteiga de cacau e de karité, óleo de coco de babaçu e extrato de sálvia.

Desodorantes infantis

Ampliando seu portfólio e a base de consumidores da categoria, marca Trá Lá Lá, especializada em produtos de higiene pessoal e cosméticos para o público infantil, apresentou em janeiro o Desodorante Trá Lá Lá Suave, com fragrância de Lavanda que traz notas florais delicadas, e o Desodorante Trá Lá Lá Aventura, com fragrância levemente amadeirada e com notas de bergamota. Os desodorantes são apresentados na versão Roll On, não contêm álcool etílico e alumínio, não obstruindo os poros e oferecendo proteção com suavidade.

Alternativa vegetal

Mariana Yamamoto, gerente de marketing de skin care da Chemyunion, avalia que o desenvolvimento de novas moléculas que possam atuar de forma efetiva e poderosa como agente desodorante, alinhadas às tendências do segmento cosmético na busca por substâncias de origem vegetal e de fontes renováveis, tem se tornado uma exigência imediata no mercado global.

A executiva explica que, entre os principais ingredientes desodorantes, o triclosan está presente em 3% dos desodorantes lançados mundialmente, apesar de muitos estudos indicarem sua possível relação à disfunção endócrina, neurotoxicidade e também ao câncer. “Como essas questões estão ganhando visibilidade mundial, seu uso em produtos cosméticos vem gradativamente sendo banido ou restringido”.

Mariana Yamamoto, gerente de marketing de skin care da Chemyunion

Já a representatividade do farnesol na categoria de desodorantes, segundo Mariana, tem aumentando ano a ano, chegando a estar presente em 24% dos produtos lançados, principalmente em mercados como França, Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos, onde o triclosan já foi proibido. “No entanto, estudos recentes demonstram que o farnesol está associado a quadros de dermatite de contato alérgica, o que indica que sua restrição em desodorantes é apenas uma questão de tempo”.

Como substituto seguro aos ativos tradicionais para formulações de desodorantes, a Chemyunion desenvolveu o Hebeatol® Plus DEO, um éster funcional de xilitol com potente atividade antimicrobiana e função desodorante. O ingrediente, de acordo com Mariana, é de origem vegetal e obtido a partir do xilitol e do ácido caprílico. O primeiro é um açúcar que tem como principal fonte de obtenção industrial o reaproveitamento de subprodutos de cereais, como o sabugo de milho, por exemplo. Já o ácido caprílico é proveniente de óleos vegetais extraídos de forma sustentável e certificado pela RSPO (Roundtable on Sustainable Palm Oil). Além de derivar de fontes renováveis, a rota sintética do Hebeatol® Plus DEO foi desenvolvida buscando atender ao máximo os requisitos de um processo ecologicamente correto, gerando uma molécula 100% biodegradável.

“Por se tratar de a uma molécula tensoativa não-iônica, Hebeatol® Plus DEO reduz a tensão superficial dos líquidos, aumenta solubilidade de materiais, reduz a aderência de microrganismos na pele e interage com lipídeos e proteínas da membrana celular dos microrganismos, gerando lise celular”, explica Mariana, ressaltando que a molécula elimina 99,9% dos microrganismos causadores do mau odor e 100% dos fungos causadores das micoses de unha e pé de atleta, oferece proteção prolongada por até 24 horas e apresenta efeito bactericida em sabonetes em barra. “Devido à sua estrutura química, Hebeatol® Plus DEO possui propriedades complementares, podendo atuar como emoliente, solvente e coemulsionante”, completa.

Hebeatol® Plus DEO reduz 99% dos microrganismos em apenas 15 minutos

Cuidado da microbiota

Flavia Semighini, farmacêutica da Galena, observa que os antitranspirantes tradicionais baseiam-se em derivados de sais de alumínio como estratégia para o controle da transpiração e do mau odor. Esses ingredientes geralmente são antimicrobianos e podem causar irritação nas axilas, criando uma sensação de secura na pele. “Além disso, estudos apontam malefícios ao corpo com o uso deste tipo de sal na formulação de um desodorante e existe um movimento de substituição em curso, juntamente com a naturalização das fórmulas”.

Flavia Semighini, farmacêutica da Galena

Como alternativa, Flavia destaca que a empresa espanhola Vytrus Biotech, distribuída com exclusividade pela Galena no Brasil, desenvolveu o  Deobiome Noni™, um ingrediente desodorante biológico produzido a partir das  células-tronco da planta Morinda citrifolia, que elimina o mau odor de forma efetiva e natural. “A estratégia é uma combinação inovadora que aborda o cuidado da microbiota por meio de dois canais principais: o uso de uma nova tecnologia prebiótica de células-tronco vegetais no tratamento da microbiota da pele e o reequilíbrio da microbiota por meio da interação com o sistema de comunicação das bactérias”.

“Deobiome Noni™age atua diretamente na comunicação entre as bactérias presentes nas axilas, o Quorum sensing, e desta maneira reduz a geração de metabólitos responsáveis pelo mau odor sem eliminar a microbiota benéfica”, explica Flavia, destacando que seu mecanismo de ação foi avaliado por meio de vários testes in vitro e in vivo para demonstrar a redução efetiva do odor corporal ao permitir a transpiração axilar natural. Além disso, o Deobiome Noni é enriquecido com pool de prebióticos, contribuindo para o reequilíbrio da microbiota de peles sensíveis.

Intensidade do odor da axila

Estudo com 19 voluntários demonstrou redução média de 30% do odor em relação ao tratamento inicial e máxima de 82%

Outra indicação da Galena é um antitranspirante seguro, indicado para o tratamento da bromidrose: o Hexatrate®, que faz parte do portfólio da Vevy Cosmetics. Trata-se de um complexo contendo ingredientes naturais de ação antisséptica, desodorante e neutralizante. “Ele atua por meio da sinergia entre seus componentes, contribuindo para a minimização do odor e da produção do suor, sem causar irritação cutânea, uma característica dos sais inorgânicos de alumínio”, destaca Flavia. Sua composição conta com citrato de alumínio, um sal orgânico com propriedades adstringentes, antimicrobianas e antiperspirantes, que apresenta menor potencial de sensibilização à pele, tanto na exposição primária quanto no uso contínuo do produto.

Hexatrate® contém ainda propilenoglicol citrato que, além da ação antioxidante, também colabora para a neutralização de odores. Outras substâncias importantes em sua composição são: álcool fenetílico, composto com propriedades adstringentes e antissépticas presente em óleos essenciais; óleo essencial de lavanda, aromático com atividade antimicrobiana interessante para minimizar maus odores; metilglucamina, que neutraliza os ácidos graxos produzidos pelas bactérias presentes na pele ao decompor o suor; fenoxietanol, um derivado fenólico com ação preservante eficiente, principalmente contra bactérias gram-negativas; e PEG 200, um veículo com ação emoliente e surfactante. “O Hexatrate® pode ser utilizado em diversas formulações para o controle da transpiração, incluindo as desenvolvidas para utilização nas axilas e área perigenital”, afirma.

Inovar é preciso   

Na avaliação de Murilo Marques, editor do Portal Cosmetic Innovation, o mercado de desodorantes apresenta muitas oportunidades para empresas que já atuam na categoria e também para aquelas que querem estrear nesse mercado. Em formulações, ele ressalta a importância de as marcas buscarem alternativas a ingredientes controversos, que ofereçam cuidados com a pele, novas estratégias de controle de odor e da transpiração, tecnologias de perfumação e proteção prolongadas e que proporcionem sensações de refrescância e bem-estar, entre outras.

Murilo Marques, editor do Portal Cosmetic Innovation

“As empresas também podem se diferenciar explorando novas embalagens e formatos mais econômicos, que facilitem a aplicação, que causem menos impactos ao meio ambiente ou que tenham apelos lúdicos. Como se trata de um mercado considerado essencial de higiene pessoal, será sempre promissor, mas altamente competitivo e cada vez mais exigirá inovação e criatividade para conquistar uma base relevante de consumidores”, completa Marques.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Comments are closed.

Ajinomoto
Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros

Social Media Icons Powered by Acurax Website Redesign Experts