Visit us on TwitterVisit us on FacebookVisit us on LinkedIn

Clubes de assinatura têm boom na pandemia

  • Written by:

Os clubes de assinatura estão bombando. De janeiro a novembro de 2021, o mercado brasileiro ganhou cerca de 2.200 novas ofertas dessas, e o faturamento dos negócios cresceu 19,2%, descontada a inflação, em comparação com 2020.

O levantamento é da base de clientes da Betalabs, empresa de tecnologia que atende necessidades dessas empresas. Os números refletem as vantagens do modelo tanto para empreendedores quanto para consumidores.

Para o empreendendor, o melhor controle e previsão de estoque; a garantia de receita mensal recorrente; e o consequente menor custo por aquisição de clientes são positivos. E virou a saída de negócios já existentes, que passavam por dificuldades na pandemia.

— Nós temos uma loja física em nossa cidade, Valença. Devido à pandemia, ficamos três meses fechados. Então, precisamos buscar novas formas de chegar aos nossos clientes e continuar apoiando os pequenos produtores. Encontramos nos clubes de assinaturas o formato que procurávamos, que nos possibilita enviar os produtos e contar a histórias dos pequenos produtores locais — conta Marcelo Ribeiro.

Na Caixa Rural, os clientes recebem mensalmente quatro a cinco produtos de uma curadoria, e um folder contando a história de cada produtor, produto e cidade presentes na edição. A experiência e a exclusividade são chamativos dos clubes de assinatura para consumidores, além da conveniência de receber produtos em casa, e do preço que costuma ficar abaixo do varejo.

— Fazer parte de um clube de assinatura faz com que você se sinta parte de uma pequena comunidade, que tem os mesmos gostos que você, e te dará acesso a produtos, serviços e vantagens exclusivos — explica Luciana Pimenta, CEO do Hub Home Box, marketplace que reúne mais de 80 clubes de assinatura.

Conveniência ou surpresa

Os clubes de assinatura têm ao menos quatro modelos de funcionamento. O sócio-diretor da plataforma Betalabs Luan Gabellini explica:

— Box surpresas têm temas variados e enviam sempre produtos diferentes. São bem aderentes para o segmento geek e também papelaria. Tem maior destaque entre o público jovem por ser a entrega de uma experiencia — diz Luan, que ressalta: — Os de curadoria de produtos são os clubes mais famosos, nos quais são selecionados para envio os melhores produtos de uma categoria, como livros, vinhos, cervejas e até discos de vinil.

Ainda há os clubes de conveniência, aqueles nos quais o consumidor opta pela assinatura para ter a comodidade de receber o produto sempre em casa. É comum para alimentos como ovos, carnes e peixes, mas também tem crescido no segmento pet, produtos de limpeza e até orgânicos direto da horta. E os clubes de serviços ou benefícios oferecidos por assinatura vão dos planos de saúde até serviços de streaming.

Como formatar seu negócio

Para quem quer empreender com um clube de assinatura, o analista do Sebrae Minas Junio Enes orienta:

— Antes de empreender com o clube de assinatura ou definir o clube como mais um canal de venda de uma empresa já consolidada, é importante que o empreendedor faça uma pesquisa de mercado para identificar as necessidades do cliente-alvo e também buscar conhecer o mercado que deseja trabalhar.

Com a pesquisa em mãos, será possível desenhar o valor ideal da assinatura, para ser competitivo, por exemplo. São outras tarefas do empreendedor: escolher uma boa plataforma de vendas, controlar o estoque e a logística, definar bem a embalagem de envio dos produtos, e divulgar a empresa virtualmente e offline com afinco.

A embalagem de envio ganhou mais importância nos últimos anos e gera, inclusive, divulgação do clube. Isso porque o “unboxing” (prática de abrir a caixa de uma encomenda ou presente nas redes sociais) virou uma febre. Gabellini ressalta o impacto de uma caixa bem montada e até com pequenos mimos.

— Deve criar no espectador a intenção de receber os mesmos produtos — afirma, continuando que é possível, inclusive, incentivar que o cliente faça o unboxing: — Uma boa ferramenta é colocar cartaz personalizado que incentive o unboxing atrelado a uma hashtag (#).

Grande desafio: manter o cliente no clube

Depoimento do Junio Enes, analista do Sebrae Minas

— Um grande desafio é manter o cliente no clube. Primeiramente, um sistema de pagamentos eficiente, simplificado e no qual o cliente saiba o que paga e leva é importante, além de trabalhar estratégias de encantamento, qualidade e prazo. Tem que manter o bom atendimento com canais de comunicação, devolução, troca, garantias e suporte. E monitorar os clientes evadidos para resgatá-los.

Os dez clubes mais vendidos no Hub Home Box em 2021

1. Oca Club Fun – Proporciona atividades lúdicas para crianças, enviando uma caixa mensal com instruções, fotos e explicações para desenvolvimento de brincadeiras e brinquedos feitos à mão.

2. Sócio Bebedor 3 orelhas – Clube que entrega cervejas artesanais clássicas, sazonais, raridades e lançamentos.

3. Sweet Eco Box – Envia cosméticos de beleza naturais, orgânicos e cruelty free.

4. Caixa Rural – Entrega produtos regionais como doces, geleias, cafés, queijos, cachaças, cervejas e pimentas de produtores rurais e artesanais.

5. Clube Doce – Permite saborear doces de diversos lugares do mundo sem sair de casa.

6. Robotic Box – Clube de robótica para crianças, que fornece componentes eletrônicos e peças para montar, atrelando diversão e aprendizado.

7. Caixa Colonial – Box de produtos regionais e artesanais, como embutidos, queijos, compotas, doces e bebidas, a cada mês de um local diferente do Brasil.

8.  Lingebox – Envia lingerie do tamanho PP (36) ao XXGG (60)

9.  Flordylavanda – Tem caixas com produtos de beleza para mulheres, homens e crianças.

10.  Chic Home Box – Envia itens de mesa posta para casa, todos com tecido dupla face.

 

 

 

 

Fonte: Extra

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Comments are closed.

Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros

Social Media Icons Powered by Acurax Website Redesign Experts