Visit us on TwitterVisit us on FacebookVisit us on LinkedIn
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Destaque Empresas & NegóciosSeminário Internacional apresenta inovações e tendências para o mercado de Personal Care

Seminário Internacional apresenta inovações e tendências para o mercado de Personal Care

  • Written by:

Especialistas internacionais e profissionais de áreas como P&D e Marketing participaram de evento virtual promovido pelo Grupo MCassab, que teve Macrotendência de Colaborativismo como principal conceito

Os consumidores do universo cosmético estão mais conscientes, informados e preocupados com a segurança, optam por produtos que não sejam agressivos ao meio ambiente e que oferecem melhor desempenho. Esse movimento global por escolhas mais conscientes está gerando uma verdadeira e gradual revolução no mercado e na indústria. A preocupação das marcas com produtos ecologicamente corretos e o engajamento com temas sustentáveis estão ganhando mais espaço no processo de seleção dos clientes.

O tema ganhou destaque durante o “8º Seminário Internacional de Cosméticos”, evento online promovido pelo Grupo MCassab no dia 18 de março. O objetivo do encontro, realizado pelo oitavo ano consecutivo, teve como tema central o conceito a macrotendência de “Colaborativismo”, foi aproximar e dar direcionamento à indústria cosmética brasileira do que há de mais inovador no mercado de matérias-primas e ingredientes para o setor e colocá-la a par das inovações, tendências e novidades adotadas no Brasil e no mundo. Grandes fabricantes como Contipro, Covestro, Elkem, Gattefossé, KahlWax, Miyoshi, Oxiteno, Rodhia e SNF fizeram parte da programação.

“Tentamos com todo o carinho e dedicação fazer o melhor evento online possível, mesmo neste contexto de distanciamento, trazendo os melhores insights aos nossos clientes. Como distribuidores, temos um papel fundamental em ajudá-los a inovar”, destacou Gustavo Dosualdo, Diretor de Distribuição do Grupo MCassab na abertura do evento.

As grandes tendências do consumidor

Visto como palavra de ordem no momento, o Colaborativismo deu o tom do evento. “Esse conceito se traduz no senso de coletividade. Ou seja, um ciclo de cooperação mútua, pensando no bem de todos e na perenidade dos negócios e do planeta”, ressaltou Gláucia Abraços, Head da Unidade de Negócio Personal Care do Grupo MCassab.

Para a Gerente de Desenvolvimento de Negócios do Grupo MCassab, Andrea Adams, esse movimento está gerando um novo olhar para a indústria cosmética, fabricantes de matérias primas, clientes, mercado de distribuição e indústria cosmética. “Nosso papel, e também o papel de nossos parceiros, é identificar os cenários que interferem no mercado de consumo e fornece um suporte para que as empresas possam inovar e se posicionar de forma satisfatória para os clientes”, apontou.

Uma das preocupações do consumidor de cosméticos, segundo ela, seria a redução no impacto que as marcas causam no meio ambiente. Por isso, há uma demanda crescente por produtos seguros e biodegradáveis, de origem natural e fórmulas mais simples, mas que mantenham alta performance nos produtos finais. “A Unidade de Negócio Personal Care do Grupo MCassab tem robustez de portfólio para atender praticamente todos os nichos de mercado, com o conceito de Colaborativismo, dando o suporte às necessidades específicas de cada cliente”, complementou.

A cidadania planetária também foi apontada como uma das grandes tendências, reforçando questões de consumo consciente, empresas mais éticas e comunidades globais que se misturam. “Tudo isso se reflete na criação de produtos mais seguros, ecologicamente corretos, orgânicos, naturais e veganos. “Como posso colaborar com o cliente para que mantenha os seus negócios ativos? Como ele pode colaborar comigo para que eu o atenda? ”, destacou.

Outras tendências apontadas seriam a longevidade, criando um cenário em que as empresas devem estar preparadas para atender a uma demanda crescente de consumidores acima de 60 anos, que investem mais no autocuidado, buscando produtos para atender às suas necessidades, e a “ética digital”, em que a atuação das empresas na Internet deve ser pautada pela transparência.

“Também vemos aumento na procura por produtos para cuidados faciais, que além de proporcionar o embelezamento, tratem a pele. A maquiagem, desta maneira, se tornou mais funcional, com a adição de ingredientes ativos que tragam benefício e tratamento para a pele, além do embelezamento de cobrir imperfeições”, destacou a especialista.

A evolução dos cosméticos de forma colaborativa

Nesta edição, o Seminário apresentou aos clientes as inovações de seus parceiros que estão alinhadas a essa macrotendência do Colaborativismo, contribuindo para um planeta mais sustentável e para o avanço dos negócios.

Andrea Adams ressaltou que a ocasião foi uma oportunidade para o compartilhamento de informações e insights sobre o comportamento e as necessidades tanto do mercado cosmético como do de Distribuição. “Conseguimos criar uma conexão com os participantes, compartilhando conhecimento técnico para que nossos parceiros atuem de forma mais assertiva de acordo com as tendências e a demanda do consumidor, sempre com um olhar de esperança para o futuro”, finalizou.

Veja os temas que foram apresentados no 8º Seminário Internacional de Cosméticos:

• As principais tendências do setor cosmético;

• O novo consumidor mais preocupado e exigente com a origem dos produtos e questões de sustentabilidade;

• Portfólio Miyoshi para formular Maquiagens sólidas com alto índice de naturalidade;

• Maquiagem responsável com o novo formador de filme derivado natural Baycusan® eco E 1001;

• Por dentro da estratégia de sustentabilidade e cadeia de suprimentos da Oxiteno;

• Emulium® Dolcea MB: criando experiências sensoriais suaves para a pele e para o meio ambiente;

• FlocareTM NAT 132, uma solução mais sustentável e mais verde para formulações em creme gel;

• PURESIL™ ORG01 – Elastômero em Gel Eco-friendly para textura e sensorial inovadores.

Para finalizar, os convidados passaram por uma experiência sensorial, com queijos e vinhos. Um sommelier de vinhos os guiou para uma degustação, em que podiam identificar aromas, acidez e corpo, entre outras características dos ingredientes. “O objetivo da harmonização é compatibilizar os sabores. A correta harmonização acontece quando ingerimos dois ou mais elementos distintos, mas sentimos um único e agradável sabor à boca”, explicou o sommelier da Del Vino Wine Club.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Comments are closed.

Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros

Social Media Icons Powered by Acurax Web Design Company