Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationEmpresas & NegóciosFundo de Lemann compra participação na Duty Cosméticos

Fundo de Lemann compra participação na Duty Cosméticos

  • Written by:

A Duty Cosméticos tem a colocação de cabelos Duty Color e xampus e condicionadores da marca DaBelle

Jorge Paulo Lemann e seus sócios, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, compraram no segundo semestre do ano passado participação na Duty Cosméticos, nova empresa de Daniel Fonseca de Jesus, empreendedor conhecido por ter fundado e vendido a fabricante de produtos de cabelos Niely para a francesa L’Oréal, por mais de R$ 1 bilhão.

Uma fonte ouvida pelo Valor, que pediu anonimato, informou que o trio de investidores brasileiros tornou-se sócio da Duty Cosméticos usando um fundo chamado LTS Investments, acrônimo das iniciais de seus sobrenomes. A participação adquirida e o valor do investimento, contudo, não foram detalhados — a participação, porém, seria minoritária na companhia.

O trio decidiu entrar na sociedade visando investimento de longo prazo, como sócios investidores. A Duty Cosméticos é tocada por Daniel de Jesus, presidente da companhia. Sua filha Danielle Jesus, que inspirou o nome da marca Niely, é a vice-presidente da companhia, atualmente instalada no espaço empresarial de um shopping na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

A Duty Cosméticos não é a primeira sociedade entre Daniel de Jesus e Lemann. Jesus tem participação minoritária no fundo que controla a Eleva, organização de ensino de Jorge Paulo Lemann. O grupo Eleva controla uma série de redes de ensino, incluindo o Eleva de Botafogo, na zona sul do Rio, colégio que ficou conhecido por atrair os filhos da elite carioca.

Conforme antecipou o Valor em junho do ano passado, Daniel de Jesus voltou ao mercado de cosmético com investimento de aproximadamente R$ 200 milhões. A Duty Cosméticos foi lançada em 25 de setembro e começou a comercializar seus produtos em outubro. São atualmente 25 cores e nuances de produtos para colocação de cabelos sob a marca Duty Color.

Conforme antecipou o Valor em junho do ano passado, Daniel de Jesus voltou ao mercado de cosmético com investimento de aproximadamente R$ 200 milhões. A Duty Cosméticos foi lançada em 25 de setembro e começou a comercializar seus produtos em outubro. São atualmente 25 cores e nuances de produtos para colocação de cabelos sob a marca Duty Color.

Além de produtos de coloração, a Duty Cosméticos chegou ao mercado com xampus e condicionadores da marca DaBelle. Para estampar a publicidade dos produtos, Jesus assinou contrato com a atriz Paolla Oliveira, cuja personagem na novela “A Dona do Pedaço”, da TV Globo, chegou a mudar de cor de cabelo como parte da ação de merchandising da marca.

O retorno ao mercado de cosméticos ocorreu com o fim do período de “quarentena” (cláusula de não competição) do empresário na L’Oréal, encerrado no fim de 2018. Jesus ocupava a vice-presidência do comitê estratégico da L’Oréal desde que vendera a Niely para a gigante francesa, operação anunciada em setembro de 2014.

A venda da operação da Niely parecia o epílogo de um roteiro de filme. Nascido de família simples no Rio, Jesus vendia picolé nos trens da cidade quando tinha 12 anos, para ajudar nas contas de casa. Ele também foi office-boy de uma imobiliária até fundar uma empresa de limpeza em Nova Iguaçu (RJ) em 1981. Essa empresa mudou para o ramo de beleza em 1986.

Jesus conseguiu captar o desejo das consumidoras das classes C, D e E, fazendo da Niely um sucesso de vendas. O carro-chefe era, inicialmente, os produtos para cabelos crespos, como xampus e condicionadores. Nos anos 2000, ele estendeu o negócio para tinturas de cabelos, lançando a marca Niely Gold.

O executivo constrói atualmente uma nova sede para a sua holding, a Milano, no Rio de Janeiro. Em outra frente, Jesus está investindo num condomínio de 1.200 imóveis em Nova Iguaçu, na baixada fluminense, além deter participação na rede de lanchonetes Taco Bells e na Cultura Inglesa.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Valor Econômico 20.01.2020

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros