Visit us on TwitterVisit us on FacebookVisit us on LinkedIn
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.RadarFOREO lança relatório de tendências de beleza para 2022

FOREO lança relatório de tendências de beleza para 2022

  • Written by:

A beauty tech sueca lançou seu relatório anual elaborado pelo Instituto FOREO, em Estocolmo, e conversou com especialistas nacionais sobre as tendências apontadas

A FOREO, beauty tech sueca, divulgou hoje seu relatório anual de tendências elaborado pelo Instituto FOREO, em Estocolmo. A marca de tecnologia para a pele reuniu os comportamentos e lançamentos que devem pautar o mercado de beleza em 2022 e ainda conversou com dermatologistas do país para entender como essas tendências devem se desdobrar por aqui.

“Nos anos anteriores, vimos o desenvolvimento da tecnologia como drive principal de novas tendências, no entanto, 2022 será majoritariamente pautado por uma mudança de mentalidade. Os consumidores de beleza estão à procura de soluções inteligentes, menos invasivas, indolores e, preferencialmente, que possam ser feitas em casa”, explica Bianca Tavares, Gerente Geral da FOREO no Brasil.

Abaixo, elencamos as principais tendências identificadas pela FOREO:

1. BELEZA NÃO INVASIVA

Na década de 60 do século passado, a cirurgia plástica tornou-se popular e fomos condicionados a acreditar que operações dolorosas e caras são o preço que se paga para a manutenção de uma pele bonita. No entanto, 2022 traz definitivamente uma nova perspectiva sobre a beleza, já pautada pelo autocuidado e bem-estar há alguns anos.

As pessoas estão cada vez menos dispostas a correr riscos e sofrer para manter o rejuvenescimento, priorizando uma pele viçosa e saudável por meio de tratamentos que aliam tecnologia para resultados visíveis no curto, mas especialmente no longo prazo.

É o caso de tratamentos não invasivos e praticamente indolores que podem ser feitos tanto no próprio consultório dos dermatologistas – como os ultrassons micro focados, que atuam diretamente no estímulo ao colágeno e definição do rosto de forma bastante eficaz –  quanto em casa – como é o caso do BEAR, da FOREO, aparelho de microcorrente de baixa intensidade que imita as correntes elétricas naturalmente presentes na pele, estimulando a renovação celular e trazendo um efeito revigorante em longo prazo.

2. BELEZA DIY

Há alguns anos, junto acompanhando movimentos consagrados de slow food e slow fashion, vemos emergir uma categoria de consumidores do “slow beauty”, ou seja, pessoas ligadas a rituais DIY e dispostos a apostar nas suas próprias formulações de beleza como resposta a uma indústria pouco transparente, poluente e, muitas vezes, tóxica.

De acordo com o Euromonitor, em 2019, 41% dos consumidores de produtos de beleza ao redor do mundo já usavam pelo menos um produto caseiro mensalmente. O Google também indicou que as pesquisas por “máscaras faciais DIY” aumentaram 233% e por “máscara facial em casa” 115% nos últimos anos.

“Essa tendência chega paralela à já consagrada clean beauty e é apenas mais um sinal de que o consumidor está cada vez menos disposto a se sacrificar pela beleza. Ativos naturais serão cada vez mais preferíveis e se o consumidor puder sentir que tem mais controle sobre a formulação, melhor ainda”, explica Bianca Tavares, Gerente Geral da FOREO no Brasil.

3. ATENÇÃO ESPECIAL À CAMADA EXTERNA DA PELE

Certamente, a palavra da moda de 2022 será stratum corneum, ou estrato córneo. Trata-se da camada externa da pele que, junto com alguns lipídeos, retém a umidade e protege as outras camadas das toxinas ambientais, ficando danificada quando perde a oleosidade e o PH naturais graças a produtos de limpeza agressivos, ácidos, sol excessivo e poluição.

O uso de produtos anti-poluição, protetores solares e limpadores gentis, como o LUNA, da FOREO, é essencial para manter essa camada intacta e prevenir problemas como envelhecimento precoce.

“Com o uso constante de máscaras, tornou-se necessário o desenvolvimento de fórmulas que não transferem com o contato com o acessório, a fim de que a eficácia de alguns produtos não seja afetada ao longo do dia e o estrato córneo se mantenha protegido. É o caso de protetores solar diários, que saiam com mais facilidade e evoluíram muito nos últimos anos “, explica Dr Amilton Macedo, dermatologista.

“Percebemos que o uso da tecnologia é uma tendência para diagnósticos cada vez mais personalizados. Hoje o conceito de saúde da pele é o mais importante e esse quesito guia nossas orientações atualmente. O uso dos gadgets traz aumento de performance para nossos produtos, proporcionando uma rotina de skincare mais robusta e eficaz. Nossa novidade no consultório é o uso do Cutômetro,  aparelho capaz de medir o grau de hidratação da pele e a perda de água transepidérmica, já que uma pele saudável depende não só de hidratação, mas também de reposição de barreira, principalmente com a manutenção do microbioma adequado da pele”, explica  a Dra Maria Bussade.

“Após realizado esse exame, que demora apenas 10 minutos, fazemos as anotações necessárias sobre o estado da pele e o dermatologista é capaz de individualizar ainda mais a rotina do skincare,” complementa a fisioterapeuta Daniela Briguet, também da clínica Maria Bussade.

4. CRIOTERAPIA COM TECNOLOGIA

O uso da crioterapia na estética não é recente. A técnica vai desde tratamentos para gordura localizada em centros de estética até o uso em criocirurgias para remoção de verrugas e afins, realizadas em consultórios dermatológicos. Também é bastante difundido o uso da crioterapia para melhorar a aparência da pele, ainda que até pouco anos – e ainda hoje –  isso seja feito de forma totalmente analógica, com o uso de cubos de gelo e aparatos que precisam ficar na geladeira para então serem usados.

A grande tendência para os próximos anos é que as marcas no geral invistam em tecnologias de ponta para trazer os efeitos da crioterapia de maneira mais inovadora, segura e eficaz, como é o caso do UFO, que traz temperaturas frias para promover de maneira correta a vasoconstrição, redução poros e firmeza.

Como complemento, os três profissionais consultados pela FOREO indicam ainda mais 3 tendências que devem se manter nos solos nacionais.

5. MINIMALISMO

Na contramão do que pregava a K-beauty – nome dado à rotina de skincare coreana – alguns anos atrás, uma das tendência observadas é o uso cada vez mais focado e otimizado de produtos e fórmulas – tanto na área do skincare quanto no mundo da maquiagem.

“Para uma rotina de skincare inteligente, consolida-se a ideia de que não são necessários muitos produtos, mas sim os produtos certos. O minimalismo vai aparecer cada vez mais forte em 2022, tanto nas formulações quanto na quantidade de produtos usados pelas pacientes”, pontua Dr Amilton.

“A dose minimalista ou micro dose de alguns ativos, como os ácidos, veio com tudo, funcionando inclusive para quem tem uma pele sensível ou sensibilizada. E durante o verão, quando a pele geralmente fica exposta na praia e na piscina, é uma ótima opção”, complementa Dra Tabata Yamasaki.

6. ÁCIDOS NAS MAIS VARIADAS FORMAS

Outra tendência que vem ganhando força nos últimos anos e deve se consolidar em 2022 é o desenvolvimento de novos tipos de ácidos cosméticos cada vez mais tecnológicos, inteligentes e menos abrasivos.

“O hábito de usar ácidos ficou mais popular, o que não era tão comum antigamente. Alguns, como glicólico e retinóico, se mostraram super versáteis, mesmo em doses menores como citei acima, e vão continuar como os queridinhos para ajudar a renovar a pele”, cita a Dra Yamasaki.

“Ácidos que não causam irritação ou agressão à pele continuarão sendo uma das tendência fortes. Os ácidos kójico, ferúlico, azelaico, maslínico e ascórbico, que atuam como antimanchas, antirrugas e antiacne, prometem ser os queridinhos”, completa o Dr Macedo.

7. COLÁGENO PARA QUE TE QUERO

Mais do que o combate às linhas de expressão, vimos uma grande ascensão da preocupação com a flacidez e perda do estoque de colágeno – um dos precursores para a perda da vitalidade da pele, que começa a desaparecer e ser degradado no corpo muito antes das ruguinhas aparecerem.

“O colágeno continuará no centro das atenções em 2022 e os bioestimuladores continuarão em alta, podendo ser aplicados em diversas regiões além do rosto, como pescoço, abdômen, coxas e glúteos. Costumo chamar esses tratamentos de inteligentes, pois ajudam o nosso corpo a continuar produzindo essa substância ao longo dos anos de maneira pouco invasiva – como vimos que é tendência – e sem recuperação difícil, com resultados naturais e duradouros. Por isso continuarão ganhando destaque”, completa Dra Yamasaki.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Comments are closed.

Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros

Animated Social Media Icons Powered by Acurax Wordpress Development Company