Visit us on TwitterVisit us on FacebookVisit us on LinkedIn
Cosmetic Innovation - Know More. Create More.Destaque Matérias EspeciaisMercado de higiene íntima tem espaço para novas abordagens e inovações

Mercado de higiene íntima tem espaço para novas abordagens e inovações

  • Written by:

Vislumbrando além da limpeza, marcas apostam em claims inéditos

Por Estela Mendonça

Globalmente, os produtos de higiene íntima, que incluem apenas os sabonetes e os lenços umedecidos na base de dados da Euromonitor International, tiveram uma leve alta de 1,7% em 2020 em relação ao ano anterior, totalizando US$ 2,18 bilhões, com previsão de alcançar US$ 2,38 bilhões até 2025, o que representa um crescimento de 9,4% no período. Os Estados Unidos lideram esse mercado, seguidos por Itália e França.

No Brasil, o segmento movimentou R$ 340,6 milhões em 2020, uma pequena queda de 0,8% sobre 2019, de acordo com o apurado pela Euromonitor, o que denota certa estabilidade, considerando os impactos da pandemia na renda e na rotina das consumidoras.

Amanda Caridad, especialista sênior de beleza e cuidados pessoais da Mintel

“As mulheres brasileiras, que constituem a parcela da população particularmente atingida pelo aumento do desemprego, também vêm buscando meios de economizar, com 53% das entrevistadas para a pesquisa da Mintel afirmando que migraram para marcas mais baratas de cuidados femininos durante a pandemia, e que pretendem manter este comportamento mesmo com o fim da pandemia”, conta Amanda Caridad, especialista sênior de beleza e cuidados pessoais da empresa de pesquisas.

Um fator importante que impede o mercado de higiene íntima de deslanchar é a baixa informação de grande parte das mulheres sobre saúde íntima, uma constatação já feita em 2019, quando foi publicada a pesquisa “Expectativa da mulher brasileira sobre sua vida sexual e reprodutiva: as relações dos ginecologistas e obstetras com suas pacientes”, realizada pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), juntamente com o Datafolha, que revelou que, em média, 5,6 milhões de brasileiras não têm o hábito de frequentar o ginecologista e que cerca de 4 milhões delas nunca procuraram o atendimento de um médico especializado em saúde íntima. O estudo alerta que, além de prevenir doenças, o acompanhamento médico em saúde íntima também auxilia a informar as mulheres sobre os cuidados íntimos. Além disso, o tema ainda não é suficientemente tratado nos meios de comunicação de massa.

Desejo de saber mais

Muitas marcas, entretanto, começam a preencher gaps e inovar nesse mercado, com lançamentos que apostam em novas abordagens sobre cuidados íntimos da mulher. A Gillette, da P&G, por exemplo, lançou no início de maio nos Estados Unidos Venus for Pubic Hair & Skin, uma linha completa dedicada ao cuidado feminino, que inclui aparelho de depilação, esfoliante, gel e serum, projetado especificamente para atender às necessidades da região púbica. Os produtos podem ser usados ​​juntos como uma rotina ou individualmente para atender às necessidades de cada mulher, quer os pelos estejam lá, tenham sido removidos ou estejam crescendo.

“Descobrimos que mais mulheres estão insatisfeitas com o cuidado da região púbica do que em qualquer outra parte do corpo. Na verdade, 56% das mulheres americanas gostariam que houvesse descrições e imagens mais precisas de mulheres tratando da região púbica”, diz Kristin Monaco, engenheira de pesquisa de produto sênior da Venus.

Aposta da Reckitt

De olho no potencial desse mercado, a Reckitt anunciou em janeiro a aquisição da Queen V, marca de bem-estar sexual feminino estabelecida nos Estados Unidos, com foco na saúde vaginal. Fundada em 2018 na Califórnia, a Queen V tem uma abordagem única e inclusiva para tornar a saúde vaginal mais acessível e capacitada.  A Queen V é descrita como uma marca de higiene e bem-estar vaginal com foco na geração Z e da geração Y, que está mudando a cara da categoria. Ela se dedica a oferecer tratamento real, cultivando uma comunidade para falar abertamente sobre o bem-estar vaginal. A linha Queen V inclui The Spritzer, um spray desodorizante de água de rosas, e PS I Lube You, um lubrificante à base de aloe vera.

Microbioma vaginal

Também nos Estados Unidos, a Biom Pharmaceuticals lançou VagiBiom, um produto com probióticos. Sem conservantes, parabenos ou glúten, ele contém cepas de Lactobacillus crispatus vaginais, específicas para otimizar o pH e a saúde íntima. O desenvolvimento do VagiBiom, segundo a empresa, foi baseado em estudos que evidenciam que um microbioma vaginal equilibrado é fundamental para a saúde da mulher a longo prazo.

Espuma para papel

Billie Jo Hohepa-Ropiha, fundador da BDET, uma marca da Nova Zelândia de higiene pessoal ecológica, estabeleceu a meta de eliminar mais de um bilhão de lenços umedecidos em todo o mundo até 2025. Ele criou uma espuma composta de 98,9% de ingredientes naturais à base de plantas que, quando aplicada em papel higiênico, higieniza a área íntima sem a necessidade de água ou enxágue.

Sabonete nutritivo

O Savon Fleurs De Mauve – Amande Douce é um sabonete obtido por saponificação a frio para preservar os benefícios dos óleos utilizados, entre eles amêndoa doce, oliva, malva e Calophyllum inophyle, que promete nutrir, hidratar e limpar suavemente, sendo indicado especialmente para higiene íntima e peles sensíveis.

Poder do ácido hialurônico

O Hyaluron-Lactic Intim Wash pH 4.5 Mádara, lançado no Reino Unido,  é um sabonete delicado e espumante, que promete purificar a área íntima, deixando-a fresca e hidratada, graças à presença de ácido hialurônico. O ácido lático e outros agentes calmantes, complementando, ajudam a restaurar e reequilibrar o pH. A formulação também conta com extrato de Bardana, que é purificante, adstringente e com propriedades antissépticas.

Sem tabus, mais acessível

Os estudos de tendências demonstram que os  consumidores desejam, cada vez mais, se autoexpressar e falar abertamente de temas que antes eram considerados tabus, como é o caso da higiene e saúde íntima. Esse comportamento está sendo impulsionado, em especial, pelo movimento em prol do bem-estar, do empoderamento feminino, da  positividade e aceitação do corpo. “Como consequência, observamos um aumento expressivo de lançamentos de produtos dessa categoria. Longe do viés negativo do passado, abordar essa temática está sendo celebrado como uma evolução importante no comportamento do consumidor e na indústria cosmética. Assim, as pessoas estão buscando produtos com multibenefícios, que entregam uma rotina mais suave e saudável”, avalia Alexandra Paschoalin, gerente técnica, responsável pela área de microbiologia na América Latina da Clariant.

Alexandra Paschoalin, gerente técnica responsável pela área de microbiologia da Clariant

Embora essenciais para as formulações, novas regulamentações estão limitando a concentração ou banindo  totalmente alguns preservantes tradicionalmente utilizados, além do aumento da  demanda dos consumidores por alternativas sem preservantes. Atenta a esses movimentos do mercado, a Clariant investiu em pesquisa e desenvolvimento, lançando o booster de preservação Velsan Flex, potencializador de preservação multifuncional.

“Graças a sua alta solubilidade em água e ao Índice de Carbono Renovável (RCI) de 93%, Velsan Flex, que já foi premiado pela in-cosmetics global,  atende aos desafios do mercado internacional de cuidados pessoais, permitindo que os formuladores reduzam a carga de preservantes juntamente com uma ampla flexibilidade de formulação”, destaca Alexandra, acrescentando que o ingrediente também possui poderosas propriedades de solubilização, tornando-se uma solução perfeita para formulações naturais com alto conteúdo de água e para novos formatos, como os lenços umedecidos.

Outro destaque da Clariant é o MultiEx Magnotics:  ativo natural, inicialmente aplicado no tratamento de acne e que, após estudos realizados no laboratório de microbiologia regional, demonstrou ótima performance em relação a fungos, como Candidas albicans, por exemplo, sem influenciar os microganismos benéficos para flora íntima. Segundo Alexandra, o MultiEx Magnotics é um ingrediente com multibenefícios, atuando nos microrganismos e, ao mesmo tempo, agregando funcionalidades antioxidantes. “Sua composição combina extratos com benefícios já altamente reconhecidos, como extrato de magnólia, com ação antimicrobiana, e extrato de chá verde, antioxidante; e Citrus Grandis, antisséptico, e antifúngico”.

Autocuidado e bem-estar

“Com a pandemia, o autocuidado está sendo visto com um novo olhar e se tornou muito mais relevante. No caso das mulheres, isso inclui maiores cuidados com a higiene íntima também, não só para que esta área se mantenha saudável, mas também para trazer o bem-estar tão desejado nos dias de hoje”, observa Ana Paula Rezende, diretora comercial da Solabia.

Ana Paula explica que microbiota vaginal representa um dos mais importantes mecanismos de defesa do trato genital feminino, mantendo o meio saudável e impedindo a proliferação de microrganismos indesejáveis. “A comunidade bacteriana na vagina humana protege a mulher contra doenças infecciosas e tem esta função por meio da produção do ácido lático, que resulta em um ambiente com baixo pH, restringindo o crescimento de patógenos e outros organismos oportunistas”.

Ana Paula Rezende, diretora comercial da Solabia

Contribuindo para manter saudável da microbiota vaginal, o prebiótico da Solabia BIOECOLIA®, já consolidado no mercado de cuidados íntimos, é um oligossacarídeo que age por bio seletividade, ou seja, por inibição competitiva. Segundo Ana Paula, a flora oportunista tem seu crescimento limitado, pois não consegue se alimentar do substrato. Além disso, em relação aos fungos, um exemplo é a Candida albicans, que em excesso pode causar a candidíase, também não consegue se proliferar, pois não metaboliza o BIOECOLIA®.

Por outro lado, a executiva destaca que a flora saprófita, como os Lactobacillus e outras bactérias produtoras de ácido lático, é beneficiada pelo BIOECOLIA® e se sobressai em detrimento das oportunistas. Ele também favorece expressão de β-defensina 2 e 3, que são peptídeos antimicrobianos, que estimulam a defesa imunológica da vagina.

Outro ponto importante levantado por Ana Paula é que o uso do absorvente pode levar à dermatite de contato irritativa ou alérgica, causada por diversos fatores, como o aumento de umidade e do atrito, o material do absorvente ou substâncias contidas no produto, como perfumes inibidores do odor, por exemplo. “Para este tipo de problema, temos o FUCOGEL®, um polissacarídeo aniônico rico em fucose, que proporciona uma atividade neurocalmante imediata”, garante, indicando outro ativo que pode ser utilizado para a redução da irritação, o RHAMNOSOFT®, polissacarídeo rico em rhamnose, que inibe a propagação da inflamação consequente das agressões, restaurando o bem-estar.

Suavidade e segurança

Bianca Cava Tomé, gerente de novos negócios de Personal Care da Stepan, chama a atenção para dois aspectos: o quanto as pessoas se preocupam com a higiene íntima e as diferenças de pH na região íntima do homem e da mulher. “Realizá-la de forma adequada é muito importante e o uso de produtos que atendam a ambas as necessidades individualmente é extremamente adequado, garantindo que a higiene seja feita de forma saudável e segura”, afirma.

Bianca Cava Tomé, gerente de novos negócios da Stepan

Indicando o BIO-TERGE® AS-40 HP, um surfactante aniônico, que pode ser aplicado em desenvolvimento de produtos para higiene íntima de homens e mulheres, Bianca explica que o produto é livre de sulfatos e livre de conservantes, pode ser formulado em amplo range de pH, mantendo a estabilidade das formulações, assim como requerem produtos direcionados para essa aplicação. “O BIO-TERGE® AS-40 HP oferece excelente espumação, e poder de limpeza, garante a construção de viscosidade desejada, bem como maior suavidade em comparação a outros surfactantes”.

Para compor as formulações, Bianca recomenda também a aplicação do NINOL® CAA, uma amida multifuncional que, combinada ao BIO-TERGE® AS-40 HP, contribui para a estabilidade e performance dos produtos de higiene intima. De origem natural e livre de conservantes, NINOL® CAA, tem 100% de ativos, é um substituto inovador das amidas DEA, MEA e MIPA, que promove superior performance de viscosidade e espuma, em concentração reduzida nas formulações, além de ser um produto livre de nitrosaminas. Por ser líquido, não requer aquecimento e é fácil de manusear. Além disso, pode ser aplicado como solubilizante de fragrâncias de outros ingredientes ativos.

“A Stepan se preocupa em desenvolver produtos que tragam benefícios para o consumidor, formulador e ao meio ambiente, além de possuir um portfólio completo e alinhado com a inovação e a sustentabilidade, contando com fórmulas desenvolvidas pelo nossa equipe de Pesquisa e Desenvolvimento Brasil para atender a demanda de nossos clientes de todo Mercosul”, garante Bianca.

Cuidado natural

Para alcançar uma formulação suave com excelente desempenho de espuma e viscosidade, Vanessa Arruda, gerente técnica de Care & Home Care and I&I da IMCD, indica a combinação do ativo PURAC® HiPure90, da representada Corbion, com o tensoativo primário Pureact® WS Conc, fabricado pela Innospec.

Vanessa explica que o PURAC® HiPure90, ácido lático natural altamente concentrado produzido pela fermentação de carboidratos, é o ativo regulador de pH vaginal para formulação de sabonete íntimo suave. “A manutenção do pH vaginal, é essencial para manter o equilíbrio da micro flora vaginal saudável e o PURAC® HiPure90 ajuda a manter este equilíbrio.

Vanessa Arruda, gerente técnica de Care & Home Care and I&I da IMCD

Segundo Vanessa, a região vaginal feminina é delicada, complexa e caracterizada por um equilíbrio específico, no qual o pH desempenha um papel importante. Este equilíbrio é determinado por três elementos fundamentais: a presença de glicogênio e de ácido láctico e a atividade de bactérias produtoras de ácido láctico. “As bactérias produtoras de ácido láctico, os lactobacilos estão naturalmente presentes na vagina e ajudam a manter a acidez vaginal e o equilíbrio do pH, produzindo ácido láctico de glicogênio. Normalmente, a vagina é ácida com um pH entre 3,5 e 4,5. Este nível de pH é ideal para bactérias benéficas e é desfavorável para microrganismos potencialmente prejudiciais”, explica.

Para garantir suavidade à formulação, Vanessa recomenda um tensoativo aniônico que possui ampla faixa de pH, o Pureact® WS Conc, de origem vegetal, produzido a partir do óleo de coco, que possui excelente desempenho de espuma e viscosidade. Trata-se um tensoativo livre de sulfatos, fácil de formular. “Uma formulação que combina o PURAC® HiPure90 e Pureact® WS Conc garante oferecer um sabonete intimo de alta performance, de acordo com as tendências do mercado e demandas do consumidor, como livre de sultatos, etoxilados, silicones e amidas”.

Para brasileiras

As marcas brasileiras também têm novidades no segmento. A água micelar muito utilizada nos cosméticos, devido à sua grande versatilidade de benefícios, que vão desde a capacidade de eliminar e impurezas até a hidratação da pele, levou a Cia da Natureza a enxergar um potencial de inovação no mercado de higiene íntima e desenvolveu o Sabonete íntimo Água Micelar, o primeiro nesse segmento. Sua fórmula combina propriedades hidratantes e ácido lático para higienizar a região genital, equilibrar o pH e perfumar por meio de ação suave, permitindo que pessoas com peles sensíveis também possam utilizá-lo.

Gel hidratante

O Hidrafemme, gel hidratante vaginal não hormonal da FQM, aumenta a hidratação vaginal, equilibra o pH da região íntima e ajuda na prevenção da infecção vaginal e urinária. Segundo a empresa, ele pode ser usado continuamente, com aplicação duas vezes por semana.

Restauração da umidade

De acordo com a Women´s Health Concern, uma associação que trabalha em conjunto com a Sociedade Britânica para a Menopausa, aproximadamente 17% das mulheres entre os 18 e 50 anos sofrem com secura vaginal bem antes de entrarem na menopausa, que geralmente ocorre após os 50 anos. Considerando que o ressecamento vaginal pode causar dores durante o ato sexual e infecção bacteriana, a INTT Cosméticos desenvolveu o Vagisex: um hidratante intravaginal à base de ácido hialurônico que restaura naturalmente a umidade vaginal.

Poder da bardana

O Laboratório Gross tem em seu portfólio o Saforelle, produto à base de bardana, uma planta conhecida por suas propriedades calmantes e suavizantes, para cuidados diários de higiene íntima feminina ou em casos de pele e mucosa sensíveis e irritadas, aliviando a sensação de desconforto no local e respeitando o equilíbrio da área íntima. Além de bardana, o produto também conta com aloe vera.

Estigmas da vagina

A pesquisa “Vagina sem estigmas”, realizada pela Nielsen Brasil e a marca Intimus da Kimberly Clark com 398 mulheres de 16 a 45 anos, em agosto no ano passado, mostrou que 68% declaram ter alguma insatisfação com a região íntima. Os pelos aparecem com 33%, seguidos da cor (18%), cheiro (18%), aparência (17%) e tamanho (15%). O estudo foi realizado para entender a relação da mulher brasileira com a vagina e a sua região íntima para o lançamento de uma nova linha de Intimus.

A pesquisa reforça que um caminho para ampliar a penetração de produtos voltados à saúde e higiene íntima é tornar o tema conhecido e trivial em cuidados pessoais, sem tabus ou estigmas.

fsmip_meta_s_enable_floating:
yes
fsmip_meta_s_enable_post_icons:
yes

Comments are closed.

Parceiros 2021

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros

Social Media Integration Powered by Acurax Wordpress Theme Designers