Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Cosmetic InnovationEmpresas & NegóciosYes! Cosmetics anuncia investimento para crescer no Sudeste

Yes! Cosmetics anuncia investimento para crescer no Sudeste

  • Written by:

E-commerce e venda direta estão entre os planos da empresa pernambucana

Felipe e Cândido Espinheira, irmãos, e Ketty Marcela de Jesus, esposa de Cândido, já trabalhavam com distribuição de cosméticos desde 1994. Justamente por isso, percebiam diversas oportunidades de comunicação, demanda e mercado que os inspiraram a criar a própria marca. Em 1999, eles decidiram estudar a fundo essas questões que foram levantadas e, em 2000, lançaram a Yes! Cosmetics.

No início, o único canal era a venda direta, movimento comum das marcas de cosméticos. Em três meses de operação, conseguiram chegar a três mil revendedores. Eles começaram em Pernambuco, depois expandiram por outros estados do Nordeste.

Em 2005, a marca já tinha atuação em quase todos os estados brasileiros, e foi quando transferiram toda a operação para São Paulo. “Trouxemos o centro de distribuição de Recife para Diadema, no ABC Paulista, e começamos a expansão mais focada no Sul e Sudeste”, conta Cândido.

Do varejo para as franquias

A primeira loja própria foi inaugurada em 2012. Em pouco tempo, chegaram a 60 unidades. No entanto, nem todas deram certo. Metade das lojas fecharam as portas, principalmente por má escolha ou desvalorização dos pontos comerciais.

“Entre 2012 e 2013 o mercado estava bastante quente, mas o fluxo mudou muito em 2014. Lojas de bairros pequenos deixaram de ser atrativas e shoppings centers novos demoraram a amadurecer. Sofremos bastante. Basicamente, aumentamos as despesas de ocupação e o faturamento diminuiu. Hoje, não deixamos entrar em shopping que ainda não esteja amadurecido. Aprendemos essa lição”, conta o empreendedor.

Em 2016, a Yes! começou a franquear a marca. As 30 unidades restantes foram revendidas para franqueados. Hoje, já são 100 franquias em operação, entre lojas e quiosques. “Atualmente, 40% dos nossos franqueados têm mais de um ponto. Além disso, 77% da rede é operada por mulheres”, diz Cândido. O investimento para cada modelo é R$ 110 mil para quiosques e R$ 170 mil para lojas. A instalação é analisada de acordo com cada ponto.

O faturamento da rede em 2019 foi de R$ 54 milhões e Cândido tem perspectiva de crescer em 30% em 2020. Parte desse retorno deve vir das 25 lojas projetadas para compor o portfólio da marca esse ano, mas o restante deve vir das novas coleções e inovações previstas para a gestão.

Novos canais chegam em 2020

A Yes! prevê investir R$ 4 milhões nos próximos dois anos na criação de dois novos canais de venda. O primeiro é o e-commerce da marca, que dará a possibilidade de o consumidor comprar pelo site e retirar na loja, o que beneficiará diretamente o franqueado. As compras feitas diretamente na plataforma, sem participação da loja, serão revertidas para o fundo de propaganda da rede.

A outra inovação é, na verdade, um resgate das origens: venda direta. A marca pretende estender aos franqueados a possibilidade de ter equipes centradas na venda porta a porta. Para 2020, a modalidade deve trazer um incremento de 10% ao faturamento das unidades, mas a perspectiva da marca é que o canal represente 40% da receita dos franqueados em até cinco anos.

 

 

 

 

 

Fonte: Revista PEGN 10.01.2020

Agradecemos a leitura, compartilhe!

Home

Categorias

Nossos Portais

Parceiros